Administrando elogios

 

ELOGIO

Estou vivendo uma crise administrativa que já dura anos, ou seja, não estou sabendo lidar com elogios! Calma aí, não me atire pedras! Isso não tem nada a ver com narcisismo [1]. A coisa é ainda pior porque sei que é grande a lista que revela  os reais motivos para essa dificuldade. Não é a toa que Cristo disse que “melhor é dar, do que receber”. Não querendo defraudar a interpretação teológica da declaração (e principalmente me inclinar à interpretação sexo-maliciosa de outros.. rss), o fato que pra mim é muito mais fácil dar do que receber.

Checklist da Dificuldade:

(1) Vou parecer presunçoso?

(2) Sou extremamente crítico.  Levo muito mais a sério uma crítica do que um elogio?

(3) Baixa auto-estima. Alta resistência ao elogio?

(4) Supor que sempre existe uma intenção oculta por trás do elogio?

(5) Timidez?

(6) Orgulho em assumir que no fundo eu gosto de elogios?

Se é orgulho, essa crise ainda vai durar. Vou procurar trabalhar as minhas caras e bocas, melhorar o risinho amarelo, tentar não desviar o olhar (keep eye contact), e quem sabe algum dia curtir sem traumas um elogio rasgado.

—— ♦ ——

[1] Narcisismo descreve a característica de personalidade de paixão por si mesmo.

A palavra é derivada da Mitologia Grega. Narciso era um jovem e belo rapaz que rejeitou a ninfa Eco, que desesperadamente o desejava. Como punição, foi amaldiçoado de forma a apaixonar-se incontrolavelmente por sua própria imagem refletida na água. Incapaz de levar a termos sua paixão, Narciso suicidou-se por afogamento.

Freud acreditava que algum nível de narcisismo constitui uma parte de todos desde o nascimento.

Andrew Morrison afirma que, em adultos, um nível razoável de narcisismo saudável permite que um indivíduo equilibre a percepção de suas necessidades em relação às de outrem.

Em psicologia e psiquiatria, o narcisismo muito excessivo é o que dificulta o individuo a ter uma vida satisfatória, é reconhecido como um estado patológico e recebe o nome de Transtorno de personalidade narcisista. Indivíduos com o transtorno julgam-se grandiosos e possuem necessidades de admiração e aprovação de outras pessoas em excesso.

Os termos “narcisismo” e “narcisista” são freqüentemente utilizados como pejorativos, denotando vaidade ou egoísmo.

 

4 comentários sobre “Administrando elogios

  1. Como é foda ter amigos intelecsss!! modernecsss!!! fashionecsss!!! Bacanérrimo…. bem bom de ver, bem bom de ler, bem bom de ouvir, bem bom tudo!!! Congratulations guy!!! Bk!! Smack e inhocsss!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s