Romeu e Julieta

july4santos

0705datebuttonEu ajeitei o headset (microfone e headphone), coloquei uma cadeira extra e chamei meus pais. Os dois, pequenos em estatura, gigantes em dignidade e amor, se assentam e sorriem para o monitor. Meu irmão mais velho, lá na Florida, surge na imagem da webcam direto do Skype. O Júnior é calmo, de fala mansa, uma tremenda água de poço. Os olhos do pai e da mãe brilham…

– Oi filho, você tá parecendo o Ronaldinho do Corinthians. Que cara bolachuda!

 Ele ri, com seu jeito tímido, como que não querendo mostrar muito os dentes.

 – Filho, como você tá preto!

 – É que eu sou negão, mãe.

 – Cadê a Lis? Eu nunca mais vi ela… ai filho, desculpa o português errado…

 – É português de Portugal, mãe.

 O meu pai fica olhando com aquele sorriso congelado na cara, provavelmente engolindo o choro da emoção de ver o filho. Como eu puxei a ele, preferi sair de mansinho do escritório ou então iria começar a embargar a voz. Voltei ao meu quarto-escritório, interrompi meu trabalho, comecei a escrever a cena.

 [pausa para um romeu&julieta que a Joana trouxe. Que petit gateau que nada!]

 O Junior já vive há mais de 15 anos nos EUA. Entre muitas idas e vindas, visitas, telefonemas, emails, sedexes, pacotes, sinais de fumaça, sonhos, e toda sorte possível de recursos que facilitam a comunicação a distância, é impossível fazer uma desassociação plena da saudade, da dor, da falta de uma pessoa a quem se ama muito. Sobretudo quando isso se trata da dor dos pais.

 É difícil não ver o filho à mesa quando se prepara um prato que ele sempre adorou. É doído não tê-lo ali no dia de seu aniversário, nem que seja apenas para telefonar e dizer: Feliz Aniversário! Venha aqui no sábado porque eu comprei um pacotinho de cuecas da C&A pra você!

 Mas somos família mesmo assim. Cada qual no seu caminho, vivendo seus desafios, tentando cumprir a missão de ser feliz e viver com decência, mesmo quando o ar está cheio de melancolia e saudades.

 O antídoto? Uma bela barra de chocolate para alguns. Eu vou à cozinha pegar mais romeu&julieta, e depois me matar na academia.

 Utilidade Pública:

A locução adverbial a distância só receberá o acento grave indicativo de crase se possuir a preposição de, formando a locução prepositiva à distância de. Por exemplo:

O policial estava à distância de 10 metros do bandido.

Um comentário sobre “Romeu e Julieta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s