Encurvado de Alegria

1205datebutton

Eu estava trabalhando quando senti no ar aquele cheirinho de baunilha da Victoria’s Secret, que é marca registrada da minha neguinha. Ela está na casa. Em questão de segundos aquele sorriso que já é costumeiramente branco, aparece mais branco em contraste com a pele bronzeada, fruto de 15 dias passados no Rio de Janeiro. A visita não foi a passeio.Foi ver o avô materno internado em conseqüência de um infarto [aparentemente controlado] e de uma negaeditinfecção pulmonar [nada debelada].

  Ela falava, e gesticulava muito. As inúmeras pulseiras tilintavam, os anéis prateados brilhavam em sintonia com os cabelos negros cuidadosamente hidratados e as unhas irretocáveis. O sorriso só amainava ao falar do avô ainda internado. Mas, logo se reacendia para contar dos lugares, das pessoas, da praia e das coisas engraçadas do Rio.

 São quase 20 anos. O cheirinho de baunilha já foi cheirinho de lavanda da Johnson. Aprendeu a falar para não mais se calar e para mostrar que é habilidosa no canto. O jeito para dança surgiu logo após os primeiros passos. E assim cresceu com vontade de participar da vida, de cumprir seu chamado nesse mundo.

 O meu desafio como pai é achar o equilíbrio entre prender e soltar, e compreender meu papel supremo de facilitador na vida dos que a mim foram confiados. Quando a angústia e a preocupação me assaltam a alma, eu tento recordar do pensamento de Gibran Khalil Gibran o qual divido a seguir com você que também é pai, mãe, responsável. Não encurve-se de dor, encurve-se de alegria!

Vossos filhos não são vossos filhos.

São filhos e filhas da ânsia da vida por si mesma.

Vêm através de vós, mas não de vós.

E, embora vivam convosco, a vós não pertencem.

Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,

Pois eles têm seus próprios pensamentos.

Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;

Pois suas almas moram na mansão do amanhã, que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.

Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,

Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.

Vós sois o arco dos quais vossos filhos, quais setas vivas, são arremessados.

O Arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com Sua força para que suas flechas se projetem rápidas e para longe.

Que vosso encurvamento na mão do Arqueiro seja vossa alegria:

Pois assim como Ele ama a flecha que voa, ama também o arco, que permanece estável.

 

Se você vem lendo esse blog já sabe que há uma página com livros disponíveis  para download. O texto acima é parte do livro O Profeta [clique para baixar] que  se encontra na lista.

4 comentários sobre “Encurvado de Alegria

  1. …Melhor então ficar em silencio, refletir, me vejo no seu espelho,nos seus pensamentos, meu ninho está vazio, meus passarinhos já criaram asas.
    Vou passar para Nathy.
    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s