A Sombra e a Linha

relax

Embora sejam substantivos distintos, existe uma linha de convergência, uma sombra, entre o exagero e o descaso. Na época do famigerado bug do milênio [Y2K] eu morava nos EUA. Me recordo de ter entrado na casa de um americano, médico ginecologista, Dr. James Caddel e me espantado quando ele me mostrou um quarto da casa abarrotado até o teto com comida enlatada, água e outros itens de sobrevivência que ele havia adquirido com a intenção de proteger sua família de uma prenunciada calamidade.

Poucos dias atrás escutei um colega de trabalho contando do banho de chuva que tomou dentro do ônibus porque os passageiros com medo da gripe Influenza não quiseram fechar as janelas a despeito do frio e da forte chuva que caía.

Em contraste a esses dois eventos, na virada do ano 99/2000 meu computador permaneceu ligado a noite toda, pois eu não estava dando bulhufas para o tal bug, e atualmente estou espirrando e andando para o H1N1.

Este não é um texto sobre gripes e bugs, mas sim sobre a necessidade de desenvolver respeito pela tenuidade da vida. Na vida exageramos pra cima ou pra baixo e pecamos muito pela falta de equilíbrio. Por exemplo, eu sou um viciado em andar no limite:

– Ah, claro que a cama aguenta nós cinco!

Consequência:

– Quem foi o imbecil que disse que aguentava?

Pouco caso:

– Eu acho que se a gente sair uns 40 minutos antes dá pra fazer o check-in e pegar o vôo.

Consequência:

– Como é que eu poderia imaginar que haveria um engarrafamento a essa hora do dia?

Os propensos ao exagero pra cima, que vivem sob a tirania da precaução exagerada me assustam com algumas posturas do tipo:

– Eu só vou usar o meu carro nos fins de semana para que ele dure mais.

– Nossa já tenho quase 8000 músicas no meu iPod.

– Eu já vou! Espere eu terminar de arrumar o quarto e fazer a cama. [Detalhe: minha mãe num quarto de hotel]

Eu não quero falar mal dos que exageram para mais [apesar de que na maioria das vezes agem feito nerds ou chatos], e defender os que exageram para menos [apesar de que somos campeões em arrumar encrenca e passar por estresse]. Na verdade, nenhum é melhor que o outro. Saber calcular as despesas, contar os custos e ao mesmo tempo ter a audácia de arriscar, de flertar com o inusitado e manter de vez em quando os batimentos cardíacos acima do normal, é o que me energiza. Contudo, o grande lance é encontrar a linha de equilíbrio. É adotar postura comedida sem perder a emoção do inusitado. Vou continuar tentando encontrar a batida perfeita.

abra mão IIEnquanto isso…

– Cara, isso vai dar merda!

– É mesmo, né?

Ou

– Cara, isso vai dar merda!

– E daí?


9 comentários sobre “A Sombra e a Linha

  1. Enquanto cigana, vidente, astróloga, mística e outras coisinhas mais, sugiro que você prepare seu “banker” antes de 21 de dezembro de 2012!
    Eu truco!!! rs

    ligue djá para maiores informações…
    0800-meiodoida

  2. Sempre tive uma duvida… Que me acompanhou desde *que eu era pequena em Ipanema **. Qdo eu estava na gangorra… eu devia ficar no alto, ou embaixo? (

    PS.. Por favor, mande lembranças ao Beto Richa . Diga que *juju, a desequilibrada* é sua amiga heim… não vai esquecerrrr

  3. O que dizer?
    Sou adepta incorrigível do intenso!
    Sei que a linha do meio costuma ser a mais segura e adequada, mas, que graça tem andar num solo retilíneo, sem o frio no estômago quando a gente desce uma baixada?
    Tomar banho na mesma temperatura do ambiente (frio ou quente)…
    Gosto dos contrastes, dos opostos, dos diferentes… aliás, tudo é! Não tem nada igual, mesmo feito na mesma forma, com o mesmo material!
    Então, me dou o direito de balançar nessa gangorra louca entre o ousado e o bom senso, e de me divertir com o vento (e o medo de cair), mas sem perder o ritmo de descobrir a cada momento uma emoção nova ou um jeito novo de fazer o que já aprendi.
    Viver é isso mesmo.
    Experimentar sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s