Dia Mundial da Surra

ivan and bros014 aJúnior, Ney, Ivan e Samuel

… por que minhas meias eram as mais compridas?

Eu já apanhei de escova de cabelo, de fio do ferro de passar roupa, de pano de prato, de chinelo Havaianas, de Rider, de cinto, de fivela de cinto, de suspensório, de Scarpin, de Vulcabrás 757, de Kichute, de colher de pau, de espumadeira, de boneca Suzi, de Falcon  e até com a Santa Bíblia já me deram surra. Meus olhos, e inclusive meu rabo, são um dos poucos que já viram a famosa vara de marmelo. Minha primeira modalidade esportiva foi corrida de obstáculos no apartamento enquanto minha mãe me perseguia com uma lixa de pé ou um martelo de amaciar bife na mão. O ponto de chegada era a cortina onde eu me enrolava todo e me protegia das bordoadas. Meu pai, num rompante de impaciência, quebrou um violão na cabeça do Junior, segundo conta o Ney [meu pai ri não admitindo nem desmentindo]. O Junior, por conta da violada, afirma o Ney, virou um gênio e por isso passou em todos os concursos que fez tirando nota máxima, estudando apenas em vésperas.

KAT007aKátia [A caçula que apanhou dos irmãos]

É assim que celebro o dia dos pais relembrando as surras que nós levamos. Entre outras coisas, é por isso que “siamo tutti bona gente” e  amamos tanto a nossos pais [pai e mãe].

Para vocês que ainda serão pais nunca esqueçam que a melhor disciplina ainda é uma porrada bem dada!

spanking

22 comentários sobre “Dia Mundial da Surra

  1. Rss….eu não fui diferente, não levei tanta surra assim, mas essa da colher de pau, uns belos puxões de orelha, vixe!!!! Levei e muitos…!!!
    Beijos.

    1. Cinthya, a despeito dos meus exageros [muita coisa é liberdade literária] o fato é que apanhamos bastante e com merecimento… rsss

      A gente era uma peste!

      Bjo.

  2. Difícil imaginar um guri tão gentil e dócil que nem vc levando porrada.
    Que falta fazia o conselho tutelar risos!
    Ainda bem que estamos em outros tempos…

    1. É verdade. Inventaram esse tal de conselho tutelar e a juventude descambou de vez. Em tempos modernos, como os de hoje, os pais deveriam usar o fio do videogame, um cabo USB, ou até mesmo porrada com o iPod. rssss

      Numa coisa vc tem razão. Eu sou e era tão bonzinho. Nunca mereci ir tanto para o tronco como eu fui…. rs

      Bjo.

  3. Humm…. Acho que sei qual foi a inspiração para esse seu post……. sinto minha parcela de responsabilidade por ele…. huahauauhua

    1. Goiaba,

      Participação total!!! rsssssss

      Grato pelo comentário! E não se esqueça: fique longe daquele fio do ferro de passar! 🙂

      Um abração,

      Ivan

  4. Ivan,

    Fico contente em poder estrear no seu blog com um comentário a respeito deste post, tão original, em comemoração ao dia dos Pais. Fiquei impressionada com a criatividade dos seus pais…rs. Os meus não variaram muito nos “instrumentos”. Agora sei de quem você herdou tamanha criatividade…rs

    Adorei o post. Existia, nos nossos tempos de criança, uma forma diferente de educar. Alguns condenam… outros apoiam… mas o fato é que existia um respeito pelos pais que hoje faria toda a diferença na formação dos “novos” jovens.

    Bons tempos…

    Desejo que tenha um dia feliz, regado de amor, carinho e respeito.

    Beijos

    1. Ju! Que surpresa legal! Meus pais foram mesmo bem criativos e injustos conosco. Você percebe ao olhar na foto como eu e meus irmãos éramos tão bonzinhos. Sabe, um dia meu pai não deixou meu irmão ver o Ultra Seven só porque ele queria ver o Jornal Nacional? Daí meu irmão ficou magoado e fez cocô atrás do sofá. Você acredita que meu pai deu uma surra no meu irmão com um tubo de pvc? Isso é coisa que se faça só por causa de uma cagada?

      Sério, fiquei felizão com o seu comentário!

      Saudações para os senadores aí em Brasília. Será que o Collor mata o Pedro Simon essa semana? E os concursos? Qual é a boa? 🙂

      Beijinhos

      Ivan

      1. Ui… nesse caso do seu irmão ele pegou pesado mesmo! Mas nossos pais também são passíveis de erros não é?! Muitas vezes eles riem quando contamos coisas que nos marcaram mas tenho a certeza de que sentem um apertinho no coração por terem agido exageradamente.

        Quanto aos políticos… sem comentários…afe!

        E quanto aos concursos… foi bom ter me lembrado: preciso dar uma olhada no que está rolando…rs

        acesse o site do correioweb.com.br (lá tem todos os concursos em andamento ou previstos). Tá se preparando para encarar esta maratona? Estou querendo um incentivo…rsrsrs

        Beijos querido, boa semana para vc e todos os teus.

  5. so apanhei dos irmãos pq nem lembro das surras dos meus pais, talvez da minha mãe…
    E não foi um violão, foi meu lindo estojo de madeira que eu tinha acabado de ganhar de presente.

    1. Você vai ver o que é estojo [penal] quando vier à Curitiba… entra no meu blog pra querer me desmentir… além de folgada ainda perdeu a noção de perigo!!! Foi um Giannini Trovador de seis cordas!

      Beijo, maninha!

  6. taí, papai nunca me bateu, vai ver é por isso q ainda tento passar em concurso e o máximo q chego perto é ficar 2 posições depois dos q passam e vão trabalhar, e sim, nenhum tinha cadastro reserva e o povo não desistiu…. será q ainda dá tempo de apanhar e passar? rs

    brincadeiras a parte, feliz dia dos pais, apesar de ser uma data comercial como as outras, pra mim é de grande significado.

    beijos

    [ah, suas meias não eram as mais compridas, vc q esticou ‘quase’ até o joelho.]

    1. Uffa… eu não recomendo surra para aprovação em concurso, tá bom? Apesar de que a concorrência e o processo seletivo já é uma surra em si só! Persevere!

      Quanto às minhas meias, isso é estranho. Será que sou adotado? Será que fui achado na lata do lixo? rssss

      Muito obrigado pelos parabéns!

      Boa semana!

      Bjo.

      1. Não querendo fazer intriga, vc é bem diferente dos seus manos mesmo….
        E no caso das porradas não resolveu muito no seu caso né? risos
        Em tempo, mamãe vai bem.
        Beijokas

      2. eu ainda acho q faltou a porrada básica pra me fazer estudar mais, ser uma menina mais dedicada, ao invés disso, sou a cópia fiel dele em tudo, principalmente na boêmia, pro horror da minha mãe.

        hahahha, adotado não sei, mas lata do lixo com certeza não, ninguém jogaria fora um bebê com olhos tão lindos e expressivos. agora, de tudo eu gostei mesmo foi do uniforme [ou aliforme como diria minha secretina] e do sorriso da Kátia.

        beijos

        1. Poxa, agora você me deixou mais tranquilizado. Eu realmente devo ser filho dos meus pais.

          Agora, interessante como o assunto rendeu comentários. De fato acredito que as formas de disciplina usadas nas gerações passadas sofreram mais perdas do que ganhos em relação as atuais. Não defendo violência e excessos em nenhum formato. Acredito num bom diálogo e formas criativas de punição com o propósito de treinar um indivíduo em formação [criança pentelha] que não o castigo físico. Mas, descartar uma surrinha é, no meu modo de ver, uma grande tolice e retrocesso.

          Deus nos ajude!

          🙂

  7. Agora começo a entender o peso do subconsciente, achei o elo da minha paixão por Nelson Rodrigues.

    Que saudades sinto das famílias, onde o Pai assumia a regência sem medo de desafinar:
    A banda tocava, independente das notas ou da melodia ,havia harmonia.

    Beijos ao moço que consegue mostrar o avesso do avesso.

    Beijos aos Pais, aos Filhos e ao Espirito Santo pode ser também ( Sao Paulo, Rio..Curitiba )rs.

  8. Nossa!!!
    Ri demais aqui!!
    Tenho um violão, vc quebra na minha cabeça para ver se fico um pouco mais esperta??

    1. Vou conversar com meu pai a seu respeito, pois acho que somente ele tem esse dom. A propósito, você me deu uma boa idéia vou comprar um violão bem barato [e leve] e pedir pra ele arrebentar os meus miolos. Quem sabe assim eu faça sucesso? 😦

      Beijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s