A Cabine da Vida

Sempre curti o programa do Silvio Santos. Um dos quadros que mais me divertiu foi aquele em que uma pessoa era colocada dentro de uma cabine fechada à prova de som e o Silvio fazia uma proposta à pessoa sem que ela o escutasse. Quando uma luz se acendia, a pessoa poderia dizer apenas SIM ou NÃO. Algo mais ou menos assim:

–        Vamos para o palco! Em que caravana você veio?

–        Eu vim com a caravana do Cambuci…

–        Ok, abram as cortinas, você vai pra lá, vai pra lá … Entre na cabine…

–        Marisete, você aceita trocar uma pilha usada por uma moto 500 cilindradas?

–        “Nãoooooooooooooooooooooooooooooooooo”

–        Ahaaaaaiiiiiiiii…ihiiiiiiiiii…..  ela não aceitou!!!!!!!!

–        Marisete, você aceita trocar uma viagem com acompanhante para o Caribe por um jogo de facas das lojas Tamakavi?

–        Simmmmmmmmmmmmmmmmmm

–        Ahaiiiiiii… ihiiiiii.. . Lombardi, a Marisete da caravana do Cambuci  joga mal, joga mal… É com você Lombardi!!!!

–        Alôoo Patrão! É comigo simmmmm!!!

E assim seguia o jogo.

Pois a vida é feita de escolhas. E apesar de nossos ouvidos estarem geralmente bem abertos para sabermos optar conscientemente pelo Sim ou pelo Não, nem sempre é isso o que acontece. Às vezes agimos como se não soubéssemos as possibilidades e as consequências das nossas decisões. Fico imaginando se pudéssemos alterar situações onde tínhamos que ter dito sim, e acabamos dizendo não, e vice versa. Mas, para que eu não passe por fatalista, intolerante e radical, preciso admitir que o fator sorte também conta muito nessa hora. Perceba nos eventos imaginários a seguir:

0001

Senhorita Bebel, a senhorita aceita trocar 10 ingressos em camarote vip para assistir ao Show do U2 em Londres por 1 ingresso para assistir ao show do Padre Fábio de Melo na AABB de Pindamonhangaba?????

“Simmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm”

0001

Senhorita Ariadne, a senhorita aceita trocar o casamento com aquele bonitão que tem um ótimo emprego na multinacional e ter três filhos com ele, sabendo que ele vai ser infiel a todo o tempo e quando a senhora completar 40 anos ele vai pedir o divórcio porque estará apaixonado pela auxiliar administrativo gostosona de 21 aninhos para lhe deixar cuidando dos filhos sem emprego e com uma pensão mixuruca, por um casamento estável e feliz com um balconista do supermercado não lá tão bonito, que não vai poder lhe dar um carro do ano, nem um apartamento de 4 quartos em bairro nobre, mas que vai fazer sexo com paixão alucinada contigo e lhe ser fiel permanecendo contigo e os filhos pelo resto da vida???

“Nãoooooooooooooooooooooooooooooooooo”

0001

Senhor Tibério, o senhor aceita trocar 15 dias em Paris com acompanhante, estadia em hotel de luxo com pensão completa em plena Champs Elysées com dez mil Euros para gastar a vontade, vôo em primeira classe da Air France que irá cair no oceano atlântico, por um fim de semana em um sítio em Maricá com um grupo amador de vinte pagodeiros, num local infestado de mosquitos, com problemas constantes de falta de água num clima quente e úmido numa casa com apenas um banheiro?

“Simmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm”

0001

Jovem Bruno, você aceita trocar uma balada com direito a uma noite romântica num motel com piscina de ondas, elevador panorâmico, zoológico privativo, academia de ginástica particular, campo de futebol, playstation III, cama God Size tendo por companhia a mocréia da Marisete, por uma noite romântica num hotelzinho perto da rodoviária com uma cama de solteiro, num quarto cheio de pulgas com a Janete, a menina mais maravilhosa do bairro, com corpão escultural, mas que você irá descobrir que é na verdade um baita travecão chamado Otoniel?

“Simmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm”

Pois é, nem sempre o espaço do sim é mesmo de um sim e um espaço do não é mesmo de um não…

ssantos

Ahaaaaaiiiiiiiii…ihiiiiiiiiii… Ritmooooo é ritmo de festaaaaa…..

______

Há alguns meses atrás fiz um desafio nas entrelinhas. Convoquei a quem quisesse que me enviasse uma cartinha pelo correio. A ideia é bem simples, ou seja, trazer de volta um pouco de uma prática tão comum no passado. Algumas pessoas receberam cartinhas minhas, e eu recebi também cartas e até presentinhos. Abaixo uma foto com a última remessa de correspondência. A Tânia do Miss Universo Próprio, a Maíra  do Menina Ruiva, e uma outra querida e preciosa amiga que prefere não ser identificada. Bem, eu estou amando tudo isso! rssss. Se você ainda quiser participar, esse desafio não terminou. A ideia é que a gente faça disso uma prática constante. Basta copiar o endereço aqui e mandar sua carta!

34 comentários sobre “A Cabine da Vida

    1. Oi Luna,

      Caramba, agora que li seu post fiquei até pensando se não o li antes de escrever esse meu. Ha! As semelhanças são absurdas.
      Eu sempre curti o Silvio Santos. Na minha infância era comum assistirmos durante todo o domingo. Esse jogo do ‘sim’ ou ‘não’ era um dos meus favoritos. Eu ficava super nervoso com a resposta das pessoas e depois dava gargalhadas com as trapalhadas que faziam! hahaha

      Eu conheci esse ditado da rapadura quando eu tinha 17 anos. Meu amigo Paulo Beiçola beijou um traveco numa festa e quando descobriu, o traveco disse isso pra ele. hahahahahaha

      Sessão nostalgia! rs

      Beijos.

      Ivan.

  1. Êbaaaaaa!! Olha minha cartinha aliii! 😉

    Eu adorei os “siiiim” e “nãããõ”! Post muito bacana! 😉

    Beijocas, querido! Um fds bem lindo pra ti! ;*

    1. Oi lindeza,

      É sua cartinha lá!!!!! rsssss…Consegui dobrar de volta do jeito que você mandou.. rsss

      Você troca uma cartinha por um e-mail?

      Nããããããããããoooooooooo!

      Ha!

      Beijocas.

      Ivan.

  2. Oieee…
    Sabe que eu me irritava com essa brincadeira do Sô Silvio….me dava nos nervos…hehehe

    Ai Ai….vou ter que te mandar uma cartinha…..

    Bjokas e boa semana

    B

  3. Eu recebi cartinha do Ivan, roubei a ideia e ainda não respondi, pode?! Quer dizer, até respondi, mas ainda falta alguma coisa… dessa semana não passa!

    Beijo, honey!

        1. Ahhhh Marjorie Bier,

          Você aumentando o meu nível de ansiedade. Mande logo, antes que a sua segunda saia daqui… rs

          Smaacks.

          Ivan.

  4. As escolhas da vida são mesmo engraçadas, até porque na maioria das vezes a gente tá assim mesmo, isolado, sem a visão do futuro e com uma musiquinha de fundo pra confundir a gente..srsrs
    Eu sempre adorei essa brincadeira…
    Tem horas que a decisão mais bizarra, é até melhor que a outra…rsrs Quem vai saber?

    Amo cartas, tenho muitas guardadas, de amigos distantes. Pena que as pessoas se acomodaram muito e decidiram que é mais fácil escrever meia duzia de palavras por e-mail…

    Com certeza vou escrever, nem que seja apenas pra dizer um oi…

    Bjao

    1. Olá PH,

      Obrigado pela participação com o comentário. Você está certíssima. Algumas decisões que tomamos na vida parecem mesmo que foram feitas dentro de uma cabine com o sol nas alturas pra nos impedir de avaliarmos com isenção e sabedoria. O jeito é pegar o arco, a flecha, e tentar novamente, não é mesmo? E você concluiu muito bem: as vezes menos é mais, pouco é muito.. rsss

      Opa! Seja bem vinda ao clube dos velhos tempos de cartinhas e selos. Olha só, vale até colocar cheirinho.. rsss
      Escreva e te responderei com um oi e um pouquinho mais.

      Beijocas.

      Ivan.

  5. Oie…

    O pequeno principe….li a uns dois meses e chorei, não entendi metade….li antes do natal, a Helo (que tem uma tatuagem enorme dele nas costelas) trouxe o filme original……chorei, choramos..eu e o Caliel….aí eu entendi a outra metade q faltou!

    Vou te mandar cartas!

    beijin!

    1. Oi Mandica!

      Se eu soubesse que você havia lido eu teria conversado contigo a respeito. Eu comecei a reler porque ainda não compreendi bem boa parte da história. Eu estou tentando ler cada vez mais feito uma criança. Acho que assim é que aprenderei mais. Eu tbm chorei.

      Mande cartinhas. Na semana que vem vou voltar a escrever.

      Carinho.

      Ivan.

  6. Ivan,

    Anda me espionando? sei não esses últimos posts… escolhidos estratégicamente… ha!

    Teve situações que você colocou que de fato a escolha é óbvia, mas tem umas que é tão complicado.

    Como escolher entre o intenso e o duradouro?

    bjo bjo

    1. Maya,

      O difícil das situações nao são os significados que aparecem de cara, mas o que realmente um SIM pode ser, e um NÃO pode representar. Essa sim é a grande chave que nem sempre a gente consegue enxergar.

      Beijoca.

      Ivan.

  7. Gosto de seu blog, a boa leitura está cada vez mais rara.

    Sei que não é ético, mas gostaria de saber qual a marca dessas suas caixas de som. Gostei delas.

    Abraço; sucesso sempre!

    1. Olá Dúvida,

      Acho que te conheço de algum lugar. 🙂

      Obrigado pelas palavras sobre o blog. Fico grato e feliz por você gostar. Leia sempre.

      Quanto às caixas de som, elas são parte de um micro system da Phillips modelo MCM 108. Eu o tinha parado numa estante e decidi adaptá-lo como dispositivo de áudio do meu PC. Me amarro em música, mas acho um absurdo ouvir qualquer coisa naquelas caixinhas de som que vêm de fábrica. Uma boa música em um equipamento ruim pode virar uma droga, e uma música droga em um bom equipamento pode, até, ficar ótima.
      Meu estilo de vida me permite ouvir música em apenas dois ambientes: no carro, e no computador. Sendo assim, eu busco ouvir com qualidade.

      Um abraço, amigo Dúvida [vi por seu e-mail que é um rapaz].

      Ivan.

  8. Olá Ivan

    Cheguei aqui pelo Drops da Fal ( Amo a Fal! )…
    Gostei do lance entre o Sávio Augusto e da Célia Maura e fiquei na dúvida se ante tão verdadeiro adjetivo, SA teve um tri climax ou uma baaa queda de pique… CM falou pouco e falou tudo…

    Gostei da idéia de trocar cartas. Posso?
    Só tenho que começar pois cartas é como coceira…
    Poney Express é tão cool!!

    Que a força e a água estejam com você!
    Shirley

    1. Querida Shirley,

      Quer dizer que você chegou aqui pelo Blog da Fal… sei… aquela esquerdinha depravada….

      Brincadeirinha!!!!!!!!! Eu adoro a Fal. Ela é como uma irmã pra mim [quer dizer, quase…]. Seja muito bem vinda aqui, meu bem. Aqui nóis é pobre, mas é tudo limpim, tá bom?

      Shirley, eu não estava lá [cof cof cof] para lhe dizer o que se assucedeu com SA, mas eu ouvi dizer que depois dessa, CM virou uma desbocada de marca maior! Não perde um jogo no Pacaembú só pra xingar a mãe do juiz. O mundo da voltas, não é mesmo?

      Mande cartas que receberá resposta, e isso eu prometo! Hoje recebi uma carta que me emocionou sobremaneira [vou mostrar foto na proxima semana]. Há pessoas muito especiais nesse mundo.

      Obrigado pela força e pela água [você não está falando da companhia elétrica, nem de abastecimento de água, né?]!

      Beijoca.

      Ivan.

  9. Mas e quando a resposta não é sim nem não? Na última pergunta, por exemplo, não sei o que é pior… passar a noite com uma mocreia no luxo ou no romantismo pobre com um traveco, pro cara… não dá para simplesmente NÃO jogar? 😀

    bjs

    1. Não queira mudar a regra do joguinho! Só vale sim ou não… Na vida também! 😛 É sim, não e tem que jogar! rssss

      Beijoca.

      Ivan.

  10. Ivan,

    Eu também adorava aquele quadro …hahaha!
    Como diz a minha terapeuta:
    D = E + R
    Decisão é igual a Escolha mais Renúncia.

    Beijos,
    D.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s