Azar Perfeito: Durval

Mulherada,

Sou o Durval e eu sei te levar ao orgasmo, mesmo se você nunca tevi um. Eu ressebi umas dica de uma seçóloga num programa de rádio do Ratinho ondi os ouvintis ligavão pra ela e fazião perguntas e ela dava ótimos conselhos.  Eu ouvi tudinho e fiz anotassões muito boas, e agora eu já sei como fazê uma mulher  delhirar. Se você quizé eu fasso o mesmo com você. Estou disponivil pra viaje.

Durval,

Você deve estar bêbado ou é um principiante também no trato com um computador e não percebeu que eu sou homem.  Mas, acontece que me sinto compelido a te responder mesmo assim.

Veja bem, Durval. Em sua tese científica intitulada O Macaco Nu, o biólogo evolucionista Desmond Morris teorizou que a dificuldade relativa que as mulheres têm para atingir o orgasmo se baseia no construtivismo Darwiniano de que a “recompensa do orgasmo” é concedida mais frequentemente às fêmeas que selecionam e criam laços com machos que exibem qualidades como a paciência, compreensão, imaginação e inteligência.

Acontece que também existem sujeitos feito você Durval, que desperdiçam seu tempo absorvendo os conselhos vazios de uma sexóloga num programa de rádio da periferia, que garante orgasmos universais com o mesmo apelo em que vende um milagroso tônico capilar ou um removedor de manchas complicadas. “Compre e você verá!”, eles dizem.

Você disse: “Eu ressebi umas dica de uma seçóloga num programa de rádio do Ratinho…e agora eu sei como fazê uma mulher  delhirar” como se fosse assim tão fácil. Durval, eu conheço mulheres que já dormiram com mais de 100 homens e nunca atingiram o clímax, mas que têm orgasmos de tremer a terra toda vez que andam de bicicleta numa rua de paralelepípedos. Mas, o que você, meu caro, vai dizer a elas se não conseguir fazê-las gozar? “Ah, eu acho que a sua vagina está com defeito”?

Enquanto um pinto é matemática simples, a perereca é cálculo teórico avançado. Se uma mulher se gabar para suas amigas dizendo que ela finalmente descobriu um jeito de fazer seu namorado gozar, elas vão achar que ela passou as últimas três horas bebendo tinta de parede concentrada numa taça de champanhe. Porque enquanto fazer um homem gozar é mais fácil do que se tornar mestre em colocar um pão numa torradeira, fazer uma mulher atingir o orgasmo pode envolver um número de variáveis, em cada uma das quais você precisará ser um especialista para conseguir satisfazê-la conforme suas necessidades sexuais específicas.

Portanto, Durval, pare de fazer suas declarações idiotas e vazias sobre sua habilidade em fazer uma mulher alcançar o prazer máximo como se você fosse o Maestro da Orquestra Clitoriana Mundial. Suas previsões serão mais furadas do que prever neve no Piauí, e só irão perpetuar a necessidade feminina do mecanismo de bocejo. As mulheres sabem duas coisas: 1) Se você diz que tem um pinto de cavalo, isso significa que seu pau parece mais com um bracinho de um esquilo tentando alcançar uma castanha no pé.  2) Se você prometer a ela um orgasmo, ela sabe que está na hora dela começar a alongar os pulsos para uma longa noite de exercícios com o dedo.

Quando uma mulher pede pizza, ela quer que o motoboy apareça com uma pizza. Você, Durval, se parece com um motoboy que bate à porta com nada além de conversa bem intencionada e desculpas por não levar uma pizza. É por causa de sujeitos como você que uma mulher compra duas placas de compensado e umas três dúzias de prego, e fecha a entrada da vagina.

Você precisa largar o programa do Ratinho e assistir ao programa do Serginho Grossman porque lá tem uma SeXóloga [Durval, eu lhe apresento a letra ‘X’] e um monte de moleques com espinhas na cara que certamente poderão te ajudar.

Ivan.

…………..

Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to TwitterAdd to TechnoratiAdd to Yahoo BuzzAdd to Newsvine

42 comentários sobre “Azar Perfeito: Durval

  1. Pai Eterno…

    Quando vi o nome deste azar perfeito pensei que finalmente você nos mostraria a experiência de ter sido cantado por um homem (que gosta de homens). Antes fosse!!! Esse sujeito foi bem mais aterrorizante… rs
    Mas me diz, tem mesmo homem que pensa assim?
    rs

    Beijo.

    1. Querida Maíra,

      Como assim “antes fosse”? Que desejo mais doido é esse teu? Por mais aterrorizante que o Durval seja, eu prefiro ele de olho em você do que em mim! Ha! Isola!!!
      Meu bem, tem mais homem que pensa assim do que mulher que não alcança o orgasmo! Pode escrever!

      Beijocas.

      Ivan.

        1. Fia, prestenção! E eu falei alguma coisa contra gay? Eu também adoro os gays, e também amo os terroristas. Nem por isso eu quero andar de avião com um! Que menina mais complicada, sô!

          😛

          Ivan.

  2. caramba…

    se o cara trepa como escreve, realmente , melhor pra elas comprar um vibrador…

    como EU sou um cara completo na arte de fazer uma mulher (minha mulher) gozar, nem vou comentar…

    Ivan..

    tamos esperando o churras…

        1. Vc esta mais do que convidada, Maíra…

          vamos marcar..te ligo a qualquer hora, Ivan !

          deixa só eu me desorganizar aqui…

          abçs

  3. Oh meu amor fase boa criativa esta sua…quase morri de rir.
    ps: eu colocaria a última frase no papelão ela é linda!

  4. Boa Tarde Keridu

    Tamus dianti de un mumdo di novidadis e mudanssas.
    Axo que o Du tem xansses com eu. Manda eli me ligar.

    Quices

    SV

    PS:
    Demorei muito para escrever essas poucas linhas… Eita que é dificil escrever tudo errado… rs

    Adorei o ” quices”

    Hahahaha

    Shirley Vivaldini

    1. Amada Shirley Vivaldini [aff que luxo],

      Durval mandou avisar que “si a xirley quizé eu fassu ela gozá”.

      Recado dado.

      Obs.: Viu como ele aprendeu a usar o ‘X’?

      Beijocas.

      Ivan.

  5. Homem que consegue realmente fazer uma mulher chegar ao orgasmo não diz. Ele não precisa disso.

    A tua resposta, Ivan, foi uma das mais inteligentes (e divertidas, mas com uma elegância de dândi inglês) que já postou aqui. Fico espantada com seu talento para escrever nesse blog.

    Obrigada por defender a categoria feminina contra dragões estúpidos que só sabem encher a barriga de cerveja e coçar o saco vendo Campeonato Brasileiro, e com tanta habilidade. 🙂

    beijoca

    1. Minha linda Ceci,

      Você está certíssima. Homem que é homem fica na sua. Muito obrigado pelos elogios; estou quase gozando [viu como é fácil?]. Pra mim é um prazer cuidar da categoria de lá, porque é com ela que eu me interesso! Ha!

      Beijoquitas em você.

      Ivan.

  6. péra, péra, péra…

    Cecilia, coçar o saco e tomar cerveja vendo jogos do Campeonato Brasileiro é uma arte que a humanidade masculina desenvolveu durantes séculos (quase dois pra dizer a verdade) e é bem mais facil que fazer mulher gozar…

    Pior é que eu tenho uma amiga que faz quase a mesma coisa….ela só não toma cerveja !

    kkkk

    1. Claro que é mais fácil coçar o saco e ver futebol na tv tomando cerveja. 😉

      Olha que eu não sou contra ninguém beber cerveja (adoro, inclusive), nem contra o futebol em si ou contra coçar o saco (na frente dos outros é que é nojento). Mas estúpidos como o cara do Azar Perfeito fazendo essas trẽs coisas juntas e bradando que fazem mulher gozar é que são dignos de desprezo e uma gargalhada universal.

      Arte? Arté é tocar o Prelúdio da Suite no. 1 para Cello de Bach.

              1. ahhh… tudo bem, ‘rebolation’ é um pouco too much, mas Favela [Favela Ê Favela… Favela eu sou Favela…] é o hit do momento.. é nóis!

                😛

                Beijoquitas.

                Ivan.

  7. Nada a ver com o post, mas não posso deixar de contar essa.
    Na minha santa ignorância, nunca tinha dado bola pro J. Mayer ( o cantor, não o ator canastrão). Aí um dia, aqui no seu blog, resolvi ouvir. Baixei um, baixei dois, baixei todos.
    Botei pra tocar em casa e wow! Que climão!
    hehehe…
    Beijos

    1. Val,

      Sexta-feira comprei o CD Battle Studies dele. Estou ouvindo sem parar. Se quiser cópias de músicas dele, eu dou um jeito de te enviar. John é O cara!

      Beijocas.

      Ivan.

      1. Fiquei até com vergonha agora. Você comprando direitinho e eu já procurando no E-mule :-/ Muito obrigada pela boa vontade, envie-me um beijo que já fico contente!

        beijos

        1. Valéria, minha querida contraventora!

          Não se engane com a primeira aparência. Há muito tempo eu decidi que seria um dos melhores bandidos desse país, portanto a minha lista de transgressões é mais extensa do que o inventário de cirurgias plásticas de Donatella Versace e Sylvester Stallone [juntos]. As minhas bandidagens vão desde falsificação de carteirinha de cinema até atestado médico. Assim sendo, não pense que porque eu gastei R$ 19,90 num CD em promoção, eu seja o São Agostinho dos direitos autorais.

          Aproveito pra mandar um salve pro pessoal do E-mule, um salve pro pessoal do Limewire, um salve pro pessoal do Shareaza, um salve pro pessoal do Kazah, e até um salve para o patriarca de todos nós orgulhosos downloadeiros do Brasil: Napster!

          Ha!

          E beijos são todos pra você, minha querida. Smaaaacks.

          Ivan.

  8. Sem chances, Durval!!!

    Pelo menos comigo que sofro de desilusão ortográfico-amorosa ele não teria a mínima chance!!!

    um beijo e ótima semana pra você!!

    1. Sol,

      Sofro do mesmo mal que você. E a cura sempre depende do outro, não é mesmo? haha

      Ótima semana pra você também!

      Beijoca.

      Ivan.

  9. Ô, Durval, sabe o que mais me dói? É que conheço pelo menos meia dúzia de mulheres que gostariam de conferir a competência anunciada…tsc-tsc-tsc. Mas tu não merece isso, ser usado e descartado, queira mais da vida, homem!

    (Minha contribuição para que o Durval arranje logo alguém, e saia de circulação…Hohoho)

    O João é uma gracinha, mas não sei até que ponto toda essa malemolência dá orgulho aos pais…se bem que os pais do Durval também não devem sair por aí com a foto dele estampada na camiseta, né? ¬¬

    * Coisa mais linda, essa imagem…tem dias que estamos pequenininhos, e até nosso quarto parece o mundo inteiro. Em outros, o vazio infla, e não há lugar que nos acomode.

    Ai, ai.

    xoxo

    ℓυηα

    1. Luna,

      Suas percepções quase sempre me surpreendem. Eu havia pensado há poucos instantes antes de ler o seu comentário de que existem pessoas que correspondem positivamente a apelos como os que Durval fez. E isso realmente dói.

      Gostei também da visão em relação ao gigantismo causado pela falta que alguém faz. É bem isso, né?

      Beijinhos.

      Ivan.

  10. Como diz uma amiga minha, “Eu quero um homem que mande em mim e não escreva ‘corassaum'” rs… E realmente, tem uns que acham que mulher é um instrumento qualquer que segue as instruções e “funciona direito”. Que horror, que horror! rs…

    Beijos

    1. Querida Sisa,

      É bem por aí. Nessa história de apertarmos os botões, o lance é apertar os botoezinhos corretos, não é mesmo?

      Beijocas.

      Ivan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s