Buraco Negro

Eu moro num buraco negro chamado MINHA CASA. Na noite da terça-feira passada eu atendi uma ligação em meu celular por volta da 00:30. Em algum determinado momento entre aquele horário e as 9 da manhã, o celular desapareceu. Sim, eu liguei várias vezes para mim/ele, e nada. Eu tenho certeza absoluta de que ele não estava no vibracall ou no silencioso porque eu me lembro claramente de que o desgraçado havia tocado BEM alto, pois já era tarde da noite e porque eu quase quebrei meu fêmur na mesa da sala quando corri pra atender antes que acordasse a casa toda.

Hoje é sexta-feira e até agora nem sinal do celular, e, para piorar as coisas, e provar a minha teoria do buraco negro, eu não acho as minhas chaves desde sábado. Claro que meu instinto é chamar por elas , mas isso obviamente não funcionaria e eu já procurei por todo Triângulo das Bermudas [casa] e NADA. Falando nisso, na minha gaveta de meias eu tenho sete meias à espera de um par, sendo que SOU EU QUEM LAVO AS MINHAS ROUPAS. Minha casa/apartamento tem 370 metros quadrados dos quais 300 eu mal frequento. Eu ando 20 metros do meu quarto até a lavanderia e levo toda a roupa suja dentro do cesto que fica em meu banheiro. As chances de eu deixar cair alguma peça e não notar são ZERO. Não é como andar 2 km até o rio levando uma tábua de lavar roupa e todas as minhas roupas debaixo do braço e depois andar 2 km de volta. Eu ando 30 metros, coloco tudo na lavadora e depois sou EU que volto uma hora mais tarde e ponho tudo na secadora. Em seguida sou EU novamente que tiro tudo da secadora, ando 30 metros de volta pro meu quarto, e guardo tudo. E MESMO ASSIM eu tenho SETE meias sem par a quem eu dei minha palavra de que elas não passarão o resto da vida sozinhas, promessa essa que eu ainda tenho que cumprir, porque EU MORO DENTRO DE UM ASPIRADOR GIGANTE.

A boa notícia no meio disso tudo é que enquanto eu procurava essas coisas eu encontrei um Cartão Presente C&A no valor de R$100,00 que alguém havia me dado DOIS ANOS ATRÁS. Eu vou te contar, não se surpreenda se algum dia você assistir em algum noticiário que, após 18 anos, encontraram o corpo do Ulisses Guimarães, o Belchior ou o Waldo escondidos na despensa aqui de casa atrás de uma pilha de 20 pacotes de papel higiênico comprados no Makro 5 anos atrás, dos quais eu havia esquecido completamente, mas que encontrei enquanto procurava pelo cachorro que, acabei de perceber , faz um tempinho que não vejo. Lá vamos nós outra vez.

. . . . . . . . . . . . . .


Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to TwitterAdd to TechnoratiAdd to Yahoo BuzzAdd to Newsvine

33 comentários sobre “Buraco Negro

    1. Maíra,

      Sem nenhuma modéstia, eu vou confessar que adorei esse texto. E amei os comentários. Pelo jeito há buracos negros espalhado por todo canto!

      Ha!

      Beijos.

      Ivan.

      PS: Obrigado pela força! 😉

  1. Bello…
    Será que suas 7 meias perdidas fugiram com as minhas e levaram meu colar novo, meu par de brincos de pérolas e meu nextel???
    Acho que vou colocar um cartaz assim “WANTED”……
    Aqui na Toquinha ( casa) tem sempre alguém procurando algo…ou algo perdido por alguém….
    Aff…já estou achando que são conhecidencias demais….

    Baccio mio cuore

    1. Bella…

      Será que as meias fugiram e estão fazendo “meinha”? [duvido que alguém mais saiba o significado dessa gíria além de mim.. .rssss]
      Babbi, o vortex na tua casa é bem maior, viu?
      Deus nos ajude!

      Baccio mio amore!

      Ivan.

    1. Mandica, minha queridinha…

      Estamos tristes, mas não ficaremos tristes. Nós somos fodas, lembre-se disso! Somos ou não somos? Somos sim!

      Estou bem melhor, e você, ahhh, você anda bem que eu sei… 😛

      Beijocas.

      Ivan.

    1. M.a.r.j.o.r.i.e. B.i.e.r., [isso não é nome, é poesia]

      Meu bem, se um dia eu for aí pelos lados das Missões, eu vou levar uma corda se entrar na tua casa. Eu tenho a impressão de que a qualquer hora um buraco desse ainda me engole.

      I do believe in you!

      Beijinho.

      Ivan.

  2. Você é um sem noção, sabia??rsrs

    Te dizer, eu perco meias. Tenho várias sem par por aqui! Por isso eu uso uma de cada par às vezes…ACHO que ninguém repara XD

    Coloca um copo embaixo da pia e reza pra São Longuinho! Se achar você dá 3 pulinhos e 3 gritinhos!

    É SÉRIO!

    Beijo,
    Nara

    *não é pra seguir? =/*

    1. Narinha,

      Respondendo à sua pergunta [momento formspring.me]: tenho noção de que sou um sem noção! 🙂

      Esse lance de usar uma meia descasada já rolou comigo. Mas, toda vez que eu olho pra aquelas 7, me dá uma sensação esquisita. Onde foram parar aquelas desgraçadas? Será que a máquina engole meias?

      Bem, hoje, antes de dormir, farei minha prece, darei os pulinhos e os 3 gritinhos… quer dizer, gritos, que gritinho é muito gay. Se não funcionar… eu sei onde você mora…

      Aliás, esse lance de santo isso, santo aquilo, é coisa que vocês mineiros adoram, né? Mas, eu ando pensando que tenho uma teoria sobre o tal anjo da guarda. Toda vez que eu ouço falar nele, é quando alguém conta uma tragédia. Por exemplo:

      Ah, eu vinha vindo, o carro perdeu o controle, bateu na guia, capotou, despencou no barranco, e eu parei dentro de um córrego…
      … se não fosse o meu anjo da guarda….

      Peraí!!!! Aonde tava a porra do anjo da guarda antes do carro perder o controle? Eu não entendo, não entendo.

      Beijocas.

      Ivan.

      *é pra você seguir de pertinho.

  3. Olha Ivan, acho que na minha casa vivem duendes escondidos por todos os cantinhos.Sim, eles estão por toda parte!!
    E somem com as coisas de uma hora pra outra!!Sempre!!
    A última “façanha” deles foi sumir com meu par de tênis preferido. Procurei em toda a casa e nada!
    Deixei pra lá..resolvi caminhar ao invés de correr…=/

    Dois dias depois o tênis estava no mesmo lugar de sempre…Como explicar???

    Beijocas

    1. Sol,

      Pode parar! Não me venha dizer que além do ‘black hole’ eu ainda vou ter que imaginar duendes escondidos. Nega, eu morro de medo dessas coisas!!! Se um duende me aparecer aqui em casa, eu vou dar um bico naquela porra de smurf e jogar ele aqui do décimo andar, eu juro! Agora você vai me deixar com medo de dormir de luz apagada.

      Não foi o duende que pegou teu tênis.. Não foi! Pó pará!!! Tu que tava cegueta!

      Aff

      Medoo!!

      Beijo.

      Ivan.

  4. ai que ingenuidade…
    Vai dizer que vc não sabia que os gnomos sequestraram todas essas suas coisas e as levaram para o reino perdido do beleléu?
    tsc tsc tsc…

    1. Alminha do meu coração,

      Mas será o benedito???
      Que mania de falar em gnomo, duende, smurf, anões, smigol, hobbit… ET de varginha, chupa cabra… ah nãoooo
      É um buraco negro e pronto!

      Humpf

      Bitoca.

      Ivan.

    1. Meu bem,

      Vamos nos unir? Criaremos a AVBN [Associação das Vítimas do Buraco Negro]. Chamaremos uma discussão nacional para catalogar todos os buracos negros do Brasil. Topa? Ontem achei que meus óculos haviam sido tragados para outra dimensão… depois de procurar por meia hora, achei-os em minha cabeça… derrrrrrrrr

      Sou mesmo uma figura! 😛

      Beijinho.

      Ivan.

    1. Felina, minha querida.

      Você já deve ter percebido que eu não sou um homem de fé. Bem, pelo menos não em gnomos, anjos da guardas e afins. Claro que respeito a fé dos outros, e até estou aberto para me surpreender com coisas em que hoje não acredito.

      E tem outra coisa. Eu me pelo de medo dessas ideias. Engraçado, né? Eu nao acredito, mas tenho medo.. rssss

      Beijos.

      Ivan.

  5. Nietzsche era mesmo um dos maiores gênios de toda a nossa história, né? Eu estou passando por uma daquelas recuperações pós-decepção amorosa às quais já estou me acostumando (dado que o tempo em que eu sofro está se encurtando, agora só chorei por um dia, enquanto da primeira vez foi por meses :D) e a frase caiu como um luva. Eu li quase tudo de Nietzsche que eu podia ler entre o final da minha adolescência e meus 22, 23 anos. Sei que hoje entenderia tudo de uma forma bem mais profunda e ampla. deu saudade do bigodudo.

    Mas quanto à questão da sua casa, tome cuidado para não sumir também nesse Triângulo das Bermudas. Você vai fazer bastante falta por aqui. 🙂

    bjs

    1. Cecilia, minha flor.

      Nietzsche mexe muito com algumas questões na minha cabeça. Ele é um cara bem legal. Acho que o pessoal pega pesado demais com ele. Ele precisa ser levado em consideração, e eu o levo.
      É, essa frase é uma daquelas que eu decorei, porque acho injusto demais quando alguém me leva a crer que valeu a pena me entregar, confiar, abrir o coração, até me fazer de ridículo em algumas situações, para então, descobrir mais tarde, que esse alguém jamais esteve comigo como eu pensava estar. É sempre bom reler alguns conceitos de FN.

      Meu amor, eu ando amarrando uma corda em mim, só para o buraco não me levar. Se eu sumir, por favor, me procure. Se não achar, pode ficar com a minha cópia de “Assim Falou Zaratustra”.

      😉

      Beijão

      Ivan.

      1. Bem, eu já tenho um “Assim Falou Zarathustra”, mas pode deixar que farei bom uso da sua cópia. 🙂

        É… FN também fala aos corações partidos.

        Um beijo

  6. Dica: amarra as meias uma na outra (o par), porque aí ou elas somem de vez ou ficam quietas.

    Acho que todo mundo perde meias. Por isso eu já desisti, sempre que compro um par, sei que vou usá-las somente uma vez.

    beijos

    1. Pô.. valeu a ideia de amarrar as meias.. .

      Sabe, vou contar um segredinho. Eu tenho uma caneta que escreve em tecido, as meias brancas [95% das minhas meias] têm as minhas iniciais IS escritas na sola… hahahaha.. .sou meio louco.. haha

      Beijo.

      Ivan

  7. Ivan, cariño…

    Menino ordeiro, ao ponto de marcar suas iniciais nas meias…
    Realmente não é justo que as meias se vão e deixem a cara metade para trás.

    Faz bola de meia das que ficaram e divirta-se no parque!

    Besitos

    Shirley

    1. Shirley V.i.v.a.l.d.i.n.i. [suspiros],

      Eu sou um menino muito organizadinho com as minhas coisas. Quer dizer, com boa parte delas.

      Bola de meia só fica legal com meias finas, sociais. Dessa matéria eu entendo! Fui o rei da bola de meia. Eis o motivo das meias do meu pai ficarem faltando a metade… ah se ele descobre.. ha!

      Bitocas.

      Ivan.

      1. Suspirador Ivan

        Juro que não sabia que bola de meia só fica boa se for feita com meias finas, sociais…
        Fui uma menina sapeca, mas bola de meia realmente não era minha praia.
        e não foi gostoso vc se lembrar de como se faz bola de meia? ( suspiro )
        Na verdade é tudo um complô para vc lembrar-se da tal bola de meia…

        Ai ai ai… estou cantarolando aquela música que fala de bola de meia…rs

        Beijo na bochecha!

        SV

  8. Ivan

    Converse com suas suculentas …. Elas podem saber o paradeiro das meias…
    Vai ver até ajudaram na fuga…
    Beijos…

    1. Querida Andrea,

      Como é bom vê-la por aqui.

      Sabe que ontem eu conversava com as suculentas e dizia:

      – Poxa, como vocês estão crescidas…

      Ao que elas prontamente responderam:

      – Você também.

      :-/

      Beijão.

      Ivan.

  9. Ótimo, Ivan! hahaha…
    Que gostoso encarar a segunda já com esse seu texto!
    Será que suas 7 (número cabalístico, hein…) meias estão à procura da alma gêmea?
    E que frase sensacional de FN!
    Necessito perguntar o que é essa gíria que falou :”meinha”, senão não vou conseguir dormir hoje…
    Beijos,

    D.

    1. Querida D,

      Um delícia teu comentário pela segunda-feira cedo.

      Meinha, na minha época, era coisa que menino fazia com menino… deu? Vai dormir bonitinho?

      Beijoca.

      Ivan.

  10. Estou lendo * Em busca da mente quântica *( estou na página 294 e ainda não consegui entender nem as virgulas do texto, mas vc sabe , esperança é meu sobrenome ).. quem sabe, é ai ,que resida o endereço do tal buraco negro !!!rs

    Adorei esse texto , pessoal aqui tb .

    Beijos
    juju AC.(rs)

    1. Juju, meu amor.

      Eu lhe peço um resumo do tal livro direto na minha caixa postal. Obrigado.

      Falando em livro, já estou indo para os finalmentes de “O mundo pós aniversário” que você me deu de presente. Eu estou me amarrando. Obrigado.

      Beijocas.

      Ivan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s