Azar Perfeito_Stella Maris

Olá, Ivan.

Antes de qualquer coisa, eu quero lhe passar as minhas exigências:

Negativo:

  1. Sem bagagem. Isso inclui filhos, ex-namoradas, ou amigos.
  2. Nenhum histórico de dependência química, ou álcool. Se você for viciado ou ex-viciado, nem precisa me escrever.
  3. Vegetariano. Deus te abençoe, mas eu não estou interessada em namorar um comedor de picles.
  4. Se você se denomina “Cristão”, saiba que eu consigo ler o Velho Testamento em Aramaico e o Novo Testamento em Grego. Eu sou Maniqueísta e membro de um grupo Gnóstico.
  5. Detesto “homens grude”.

Positivo:

  1. Você precisa dominar, além do inglês, o francês, o alemão, e o Mandarim [Russo substitui].
  2. Seu grau de escolaridade mínimo deverá ser o Mestrado, ou pelo menos, deverá estar cursando um MBA, PhD, ou o M.I.T.
  3. Eu só danço World Beat, ou seja, Techno Persa, House Music da Turquia, Tajiki do Afeganistão, e os sucessos da pop music do  Zimbábue.
  4. Há uma diferença entre Robert Burns e Charles Burns. Se você não conhece o primeiro, então nem me escreva de volta.
  5. Você sabe a diferença entre o modelo Keynesiano e de Friedman?
  6. Em relação a sexo: leia O Orgasmo na Era Global de Frank Andersen.

Obrigado por ler. Tenha um ótimo dia.

Stella Maris.

Prezada Stella,

Você me faz querer lhe apresentar em grande estilo à uma platéia de cientistas numa conferência internacional. Algo assim:

Senhores e senhoras, apresento-lhes Stella Maris, a ferramenta mais eficaz para acabar com as rodinhas em festas e happy hours. Ela é a famosa mulher gangorra. Quando se assenta ao redor de uma mesa cheia de pessoas, as demais se levantam. É como assistir a um enxame invadindo um piquenique de uma família no parque numa manhã de verão, sendo que sua única ameaça é o doloroso ferrão de uma conversa excruciante.

Stella, você está interessada especificamente em um cara PhD em história do Afeganistão, vegetariano, Maniqueísta fanático e que fale mandarim ou russo. Embora as mulheres achem que nós homens adotamos padrões quase impossíveis de se cumprir na hora de encontrarmos uma namorada, você conseguiu superar-nos ao listar uma série de exigências ridículas, que não são apenas severas, como também não têm nada a ver com relacionamentos. Isso é o mesmo que escolher um automóvel com base nos hábitos de acasalamento de um bicho preguiça. Qual a diferença entre os modelos econômicos de Keynes e Friedman? A diferença é que você não vai ganhar um cunnilingus.

Pessoalmente, acho que as mulheres inteligentes são extremamente sexy, mas quando essa inteligência ofusca qualquer senso de humildade, a mulher terá invadido o território da vaca pomposa e arrogante. Você, minha cara Stella, invadiu esse território, e consequentemente cansou os seus habitantes com World Music levando-os a um suicídio em massa à faca.

“Há uma diferença entre Robert Burns e Charles Burns. Se você não conhece o primeiro, então nem me escreva de volta.”  Veja bem, Charles Burns é o Mr. Burns do Simpson e eu o vi ontem à noite na Fox. Já o Robert eu precisei utilizar os bons préstimos de Mr. Google que me informou que o cara morreu em 1796. E você ainda deve se perguntar porque é que sua vagina parece uma múmia descansando há mais de 5 mil anos num sarcófago.

Ademais, para me provocar com possíveis prazeres sexuais você evoca um desconhecido Frank Andersen e seu livro O Orgasmo na Era Global. Eu encontrei a resenha de Andersen na internet e ela diz o seguinte: “Uma viagem pela sexualidade relacionando a importância da vida humana e sua relevância na compreensão dos problemas sociais do nosso tempo.” Stella, muito obrigado. A partir de hoje, quando eu quiser me excitar com o auxílio de uma boa leitura, eu não vou mais levar a última edição da Playboy para o banheiro, mas sim o livro que você indicou, ou até mesmo ler a embalagem de xampu, que certamente fará o mesmo efeito. Semelhantemente, ao levar esse fascinante manuscrito para o quarto de um casal, você conseguirá toda a eletricidade sexual contida num pedaço de picanha mal passada.

Bem, se depender de mim, pelo menos com uma coisa você não precisará se preocupar, Stella:

“Homens grude”.

Atenciosamente,

Ivan

. . . . . . . .

Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to TwitterAdd to TechnoratiAdd to Yahoo BuzzAdd to Newsvine

24 comentários sobre “Azar Perfeito_Stella Maris

    1. S.h.i.r.l.e.y. V.i.v.a.l.d.i.n.i., [enrolando a língua],

      Algo me dizia que um pouco de latim iria atrair o seu comentário. Só por você é que me faço culto.

      Beijos, minha querida.

      Ivan.

      Novidades da tradutora? O gás acabou, preciso de dinheiro.

      1. Eita teclado lôco!
        Voltando…
        Vc como bom virginiano sabe como ninguém como e onde aplicar um grego, um latim, um esperanto, um aramaico… A-M-O

        Estive pensando sobre sua seção azar perfeito…
        Vc tem um dedinho bom pra coisa, né?

        Saudade de vc.
        Vc me faz rir um riso solto e desapegado…

        SV

        P.S: sobre a tradutora está na mesma forma de quando passei o email do cu doce…Há!!

        1. Minha amada Shirley Vivaldini,

          O mundo é mau. O mundo é triste. O mundo é injusto. Mas, no mundo eu conheci pessoas maravilhosas, e você é uma delas. Te adoro, meu bem.

          Pense numa pagação de pau bonita.

          Beijos.

          Ivan.

  1. Oii Ivan, tava sumida mas voltei! Vc quer me matar de rir hoje ou o que? hahaha Putz e vc é sexólogo (de boteo) e nem me avisa? haha E a história da mulher gangorra não conhecia mas amei. Como pode existir pessoas assim, tão exigente vai ficar sozinha e acabar enferrujada coitada. Deu até dó dela… hahah Bjss

    1. Deborah,

      Eu acho que você não percebeu. Stella Maris não poderá ficar enferrujada, ela é a ferrugem em pessoa. O único homem que já conheceu a sua intimidade foi um que deu uns tapas na bunda dela. Quando ela nasceu. Ha!

      Ficou com dó? Leva pra você!

      Beijinhos.

      Ivan.

  2. Ai, ai…adorei o seu texto sobre o sexo…tão lindo e tão simples….
    Perdi a paciência com a Stella…mulher cansativa..ihhh….chega!

    um ótimo final de semana pra você, sumido!!!

    1. Linda Sol,

      É um texto bem honesto. Eu acho que tem muita gente que nao entende de sexo falando muita asneira. Muita. Por que não falar o que eu acho, né?

      Stella é uma mulher que me faria apaixonar por uma boneca inflável. Ha!

      Bom findi pra vc tbm.

      Ivan.

  3. Oi Ivan,
    é minha primeira vez aqui e gostei!
    Da Stella não tenho nem o que dizer mais além do que tu mesmo falou. Mas que raios de mulher é esta! PELOAMORDASANTA!
    Bjs!

    1. Querida Cris,

      Seja sempre bem vinda. Fico feliz por você ter gostado. O Reino Lúdico é meio louco, meio bi, tri, tetrapolar. Mas é um ambiente seguro. 🙂

      Stella é fichinha perto do que já surgiu no meu caminho. Se quiser conhecer outras ilustres mulheres, basta clicar nos links sob a galeria Azar Perfeito A Série na lateral direita do blog.

      Beijocas.

      Ivan.

  4. Como essa mulher é chata! As outras não era tãããõ Pseudo intelectuais, mas me faziam morrer de rir!

    Ivan querido, vc vai continuar procurando por lá?

    Bjos querido!
    Bom Fim de semana!

    1. Querida Lia,

      Depois de Stella Maris, apenas temperaturas árticas conseguem encolher tanto uma genitália masculina. Ela não é chata apenas, ela é insuportável.

      Quanto à minha busca, eu continuarei sim. Sou o Indiana Jones do amor. Ha!

      Beijocas, e ótimo findi.

      Ivan.

  5. “Cunnilingus” é qualquer coisa, hein? Ui!

    Ivan, sabia que a maturidade sexual do bicho-preguiça ocorre por volta dos três anos de idade, e que ele desce da árvore apenas uma vez por semana, para fazer xixi e cocô?

    Será que uma coisa tem ligação com a outra?

    Será que ele faz coisinha mesmo com vontade de fazer xixi, por preguiça de descer?

    oO

    Beijos pra ti e um tabefe na cara da Stella. 😉

    ℓυηα

    1. Querida Luna,

      Você me deixou interessado em estudar mais sobre a vida do bicho preguiça. QUando eu descobrir uma resposta para a sua pergunta, eu respondo. Prometo. rssss

      Esse animal é surpreendente. rssss

      Tabefe em Stella.

      Beijos.

      Ivan.

    1. Querida Edna,

      Obrigado por seu comentário.

      Veja bem, o ponto é o seguinte: ela não vai ficar, ela já está encalhada! rssss

      Beijos.

  6. REPULSA!

    Ivan, quando li tantos absurdos, fiquei perplexa e tive que destilar!
    Imagino a cara dos homens lendo isso!!! ai, ai…

    Às vezes me pergunto o porquê de tanta solidão, vazio e ausência de emoção na vida das pessoas.
    Porque tanta falta de amor, se o mundo está sedento de atenção e apreciação?

    Eis aí a resposta em letras garrafais:

    As pessoas estão se dando cada vez menos e exigindo cada vez mais!!!

    Depois da crise de verborragia enausiante e desse pedantismo de alto calibre, realmente, a Stella deve ter Doutorado e muitas outras especializações em fazer de si mesma um ser altamente antipático e desprovido dos conceitos básicos de bom senso, percepção, humildade e meiguice.

    Por favor Stella!!! Você afugenta qualquer possibilidade das mulheres (com um pouco mais de cérebro), demonstrarem que são capazes de gerir conhecimento, amar e aceitar o outro como mortais que somos!!!
    Não pude deixar de especular mentalmente sobre o perfil emocional e comportamental dessa pessoa, e fiquei imaginando o que uma mulher dessas fala quando está excitada, na hora do ato??? E quem seria o doido a ouvir?
    Tive até medo de pensar!!! KKKKKKKK
    Ela não deve ter experimentado a magia e a delícia de estar juntinho e tão embriagada de carinho e prazer, que as palavras se tornam repetitivas e limitadas, como quando somos crianças, e o máximo que conseguimos dizer pra quem amamos é “eu te amo” ou “você me faz feliz!” ou “você é lindo e eu adoro ficar contigo!” Coisas, claro, de quem sabe que não existem fórmulas, regras ou conceitos pra amar, e que o silêncio, em muitos momentos, cede espaço ao brilho dos olhos e às batidas intensas do coração, porque emoção de verdade, mal se consegue dizer em palavras.
    Tanta exigência assim leva a quê mesmo? SOLIDÃO!
    Ah… e solidão é o adubo da ranzinzice, do tédio, da depressão, da amargura…
    Será que tão chata assim, consegue suportar a si mesma? E está procurando um homem “perfeito” ou um novo modelo de enciclopédia?
    Tanta cultura (útil?) e sem graça, aplicada a um dia a dia sem a gostosura do compartilhar, sem alguém pra opinar, debater e discordar, pra acrescentar, pra escutar ou às vezes nem entender e perguntar: “isso que você tá falando aí, é o quê mesmo?”
    Ah! que me desculpem os super cultos, pensadores geniais e demais seres que se julgam o supra sumo da inteligência humana e o justificam por sua abstinência emocional e assexuada:
    “Ainda, que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, sem amor… eu nada seria!”
    Eu amo amar!!! E me delicio em viver o amor sem medo ou cautelas tolas.
    Amo de peito aberto e intensamente, sempre!
    Se quebrar a cara, vou lá, junto os cacos, passo cola nos pedaços, colo, rabisco, faço montagem, passo tinta e digo que é “art nouveau” num efeito único sobre craquelado e pronto!
    Amei, e Amo!
    Amo um dia de sol, o mar, minhas cachorrinhas, meu filho, meus velhos e novos amigos, uma velhinha de cara boa na rua, uma criança sujinha, uma aventura, dormir de conchinha, ver um filme lindo, um bom livro, uma taça de sorvete, um pastel na esquina, uma gentileza… eu amooooooo viver!

    Sinto muito Stella, mas, que porcaria de vidinha emocional deve ser essa sua!

    E que mala sem alça, rodinha e zíper estragado você deve ser!!!

    Beijos Ivan!

    P.s.: último comentário: “Sem bagagem, isso inclui filhos, ex-namoradas e amigos?”

    O QUE É ISSO???

    Um vegetal, uma estátua ou um extra-terrestre resultado de autofecundação?
    Quem quer uma pessoa sem história, sem sentimento, oca???
    Cuidado, você pode encontrar seu espelho… e aí, talvez a decepção ou a constatação da sua estranheza faça o despertar acontecer!
    Tomara!

  7. Talvez fosse útil para esta mulher tão infeliz ler o Amor de Papelão né?

    um beijinho de outono com cara de inverno 😉

    1. Querida Valeria,

      Você está coberta de razão. Ela precisa de carinho e amor em pedacinhos.

      Frio, né? Eu tenho notado que nos últimos anos aqui em Curitiba, temos experimentado temperaturas mais baixas no outono do que no inverno. No momento estou com o laptop no colo, deitado na cama, sob alguns cobertores, com a tv ligada, já sentindo saudades do calor…. rsss Acho que teremos um longo inverno. 🙂

      Beijinhos pra ti, meu bem.

      Ivan.

  8. Ela é insuportável.

    Pena que é xará da Stella mais legal que existe, a Stella Artois.

    PS.: ela disse que NÃO quer vegetarianos. Explicitou de forma bem grosseira que não quer “comedores de picles”.

    Olha que eu conheço vários nerds cretinos como ela que sairiam com essa chata. Ela é de Campinas? Tá explicado! Deve ser professora da Unicamp. Eu estudei lá, tem vários chinelos velhos para pés ferrados como ela. 😛

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s