St. Patrick

Hoje o Marlon, namorado da minha filha Ana Carolina [19] foi estudar 7 meses na Irlanda. Minha ex-esposa tratou de ligar e me convocar para o aeroporto. A coisa ia ser brutal. Eu fui por vontade própria, porque sabia que minha filha ia precisar de mim. Quem mais iria ficar fazendo palhaçada enquanto todo mundo chorava? É. Só eu. Fui pedir autógrafo a um desconhecido, mastiguei amêndoas com a boca cheia e ficava cuspindo enquanto falava [para o desespero da minha ex e o delírio dos meus filhos], fiquei dando piscadinhas e mandando beijinhos para a avozinha de 90 anos do Marlon, enfim, um doidivanas. Mas, apesar do meu show particular, a coisa realmente foi brutal. Eu falava: Gente, o menino tá indo pra Irlanda, não é pro Iraque… Mas, não adiantou. Fora o Oswaldo, pai do Marlon, a avozinha de 90 anos, e eu, todo mundo chorou. Confesso, que num determinado momento, eu até dei uma balançada.

Terminado o velório a despedida fui com a Ana buscar as coisas dela no carro da sogra [odeio quando namorados chamam os pais de sogro e sogra. Grrr] O estacionamento do aeroporto estava lotado, e ela havia deixado o carro no andar superior, na parte externa. Lá de cima nós avistávamos o meu carro no andar debaixo, e poderíamos cortar caminho descendo pelo gramado, uma bela rampa de uns 50 metros com inclinação próxima de 90 graus. A Ana e o Arthur iam comigo no meu carro. Olhei para o Arthur, para a Ana, para o gramado, e sem eu falar nada o Arthur disse sim, e a Ana disse não. Como nós somos machos dominadores [já li isso em algum lugar] eu decidi: Ski bunda rampa abaixo.

— Pai, pelo amor de Deus eu tô de salto!
— Tira esse salto.
— Pai, não, você sabe eu tenho medo!
— Seu irmão tá quase chegando lá embaixo.
— Não, eu não vou, aiiiiiiiiiii, socorro…
— Isso, devagar, vamos,  tá comigo tá com Deus…
— Ai, ui, ai.. Socorro
— Nega, estamos chegando rápido, e assim vai ser o retorno do seu namorado.
— Não, não vai, vai demorar.
— Filha, escuta seu pai. O tempo está correndo demais. Ontem foi segunda-feira.
— Não, foi quarta.
— O que eu quero dizer é que parece que foi ontem. Está tudo mais rápido…
— Ai pai, vai devagar.
— Não, estamos indo com o tempo. E já chegamos.

No carro ela me contou uma surpresa.

— Pai, a minha sogra… [Eu dando aquela olhada que diz: Sogra é o caralho!!!]… Ahnn.. Quer dizer, a Luzia me deu um presente hoje.

— Ah, é? O que?

Ana abrindo a bolsa e tirando um envelope de dentro.

— Uma passagem para Dublin para dia 01 de dezembro.

— Juuuuuura???? Filha! Que legal!!! Você vai pras Orópa!!!

— Sim, pai, eu vou dia 01 de dezembro e volto com o Marlon para o Brasil no dia 15 de dezembro. A gente vai viajar até Paris e Roma. E você vai me dar uns Euros, né paiêêêêê!!!!!

Silêncio.

— Pai, por que você tá chorando?

— De emoção filha, de emoção!

*****

Quando cheguei em casa tinha um e-mail para mim, o qual eu prontamente encaminhei  para Ana Carolina. E dizia o seguinte:

. . . . . . .

Esse é um projetinho que fiz pra Ana. Ela me pediu para bolar alguma coisa para dar ao namorado. Eu sugeri um calendário com os meses que ele vai passar lá. E que a cada mês que passasse ele recortaria a tirinha do mês. Atrás do calendário estaria uma foto dela, e quando dezembro chegasse, o rosto dela estaria todo revelado. Ela adorou, eu prometi, e cumpri. Ficou mais ou menos assim, mas em tamanho A3, como num calendário mesmo:

10 comentários sobre “St. Patrick

    1. Oi Isa,

      Que bom te ler por aqui, meu bem!!

      Cara, foi super divertido ela agarrada à minha cintura… eu quase tropecei “sem querer”, sabe? Só pra marcar na história o dia que a gente rolou ladeira abaixo…. hahahahaha… droga, agora me arrependi de não ter “tropeçado”.

      Talvez ficasse no circuito interno de TV do aeroporto e desse no Fantástico! Haha

      Beijinhos, minha flor.

      Ivan.

    1. Dé,

      Hoje ela estava mais animadinha. Ela me escreveu o seguinte e-mail depois que leu o que encaminhei pra ela:

      briigada pai ..
      essa é miinha frase do ano!!!!!!!!
      brigada por ter ido ontem e me dar forças…
      foi mto bom
      te amo
      beijos

      Acho que ela vai ficar bem.

      Beijos, querida.

      Ivan.

  1. Ivan… do Circo Mambembe!!!

    Que cor teria a vida se não fossem suas pinceladas, sua “arte por toda parte” com interpretações geniais!? Ah…totalmente sem graça!

    “Borbulha” (nome artístico que escolhi pra você) – Adoro seu jeito criança e feliz de desmistificar sentimentos e momentos. Um jeito só seu de ver, sentir e compartilhar as coisas.
    Não precisa de muito pra entender: é só fechar os olhos, deixar o vento bater no rosto e sentir o coração pulsar forte!
    …e se a gente espiar? vai ver na trajetória lindos dias de sol, demonstrações de amor explícito e uma criatividade incrível em driblar o difícil pra sair ileso do outro lado, com a certeza de que TUDO NA VIDA PASSA! – Até o sentimento de que as coisas demoram uma eternidade quando temos apenas 19 anos (porque logo a gente descobre impotente, de que passa é depressa demais!).

    Ah! Ivan… se eu estivesse lá, seríamos empurrados – os dois – ladeira abaixo no gramado, sem direito a ski bunda, porque aí sim! o circo estaria montado! Adoro graça no aeroporto, no shopping, no supermercado, e a gozação que faço velada em momentos muito “frescus formalis”. Aahahahaha…
    Posso até não participar do ato, da interpretação em si (por puro medo da represália, claro!), mas que incentivo, rio pra caramba, aplaudo e faço platéia… Ah, faço! e com gosto! rsrsrsr
    Gosto de garantir meus 15 minutos de fama… nem que seja na minha própria lembrança.
    Porque viver é isto: fazer tudo ter significado (melhor se for engraçado) e lá na frente lembrar e rir sozinho com orgulho: nossa… eu sou doido mesmo!!!
    Adoro suas tintas!

    O calendário foi uma sacada muito legal!
    Sugere pra ela escrever um parágrafo diário ou semanal – pequenas “tiras de carinho” – e guardar numa caixinha pra quando chegar lá eles lerem juntos… (acho fofinho) :D.

    Muitos beijos pra você e pra ela!

    Sua existência decora meu “lado de dentro” – te adoro pra sempre!

    1. Leníssima, você é perdulária nos elogios! 🙂 Obrigado pelas palavras, meu bem.

      De fato, sempre tento acrescentar a palhaçada no meu dia a dia. Não dá pra viver sem humor. Entre ser chamado de molecote ou de sizudo, fico com a primeira opção! E eu rio comigo mesmo! rs

      Vou mandar pra Nega a sua sugestão das tirinhas. Acho que ela vai fazer alguma coisa sim. Ela me contou que espalhou um monte de bilhetinhos na mala do menino. É, fia, eu estou achando que não vai demorar pra eu casar uma filha. o.O

      Beijo.

      Ivan.

  2. Não vou nunca dizer que queria que vc fosse meu pai, eu não troco esse por nada.
    Mas digo com todo meu coração que adoraria ter um filho com um cara assim como vc. Só um, pq ter um “tipo Ivan” ao lado por si só já deve dar um trabalho… rs
    E de salto, nunca, nunquinha, nem no colo, eu descia a ladeirinha.
    rs

    Beijo enorme

    P.S.: E pq a mãe do meu namorado não é minha sogra? Em português não tem o peso que a expressão mother in law tem… Acho melhor que chamar pelo nome, ou pelo carioca (horroroso) “tia”.

    1. Ohhhhhhhhh…. que coisa mais linda de se ler. Se tu fosse minha filha, tu iria fazer ski bunda comigo, ahhh se ia.. haha

      Meu pai diz que eu fui o filho que mais apanhei. E aí você deve concluir: Claro, só deve ter aprontado! Meu pai tem uma outra história. Ele diz que a diferença entre eu e os outros é que eles aprontavam e ficavam quietos, e eu não, eu confessava, e portanto, apanhava. Veja se não tenho motivos para ser um revoltado! Claro que não sou! Fui e sou um bom menino, daqueles que aos 44 anos ainda adora fazer competição de arroto e jogar sabão em pó na fonte da cidade. Cause life is fucking good and I’m not here to be fucking serious!

      Quanto a esse lance de sogra, é o seguinte: Sogra é a mãe da esposa ou do esposo de um cônjuge. C-Ô-N-J-U-G-E! Não namorado, pegueti, ficante, etc. Aí eu tenho uma pinimba porque me passa a ideia de um grau de compromisso que não existe. Minha ex-sogra [que Deus a tenha], antes de eu casar, era “tia”. Depois de casado virou Satanás, dona… É isso que eu acho errado, mas tudo bem, deve ser conflito de gerações.

      Beijão!!!!

      Ivan.

  3. Ivan meu brothrer…
    Quando li ” uma bela rampa de uns 50 metros com inclinação próxima de 90 graus” pensei, eu desceria rolando …hauhauahuaha adorava rolar nos gramados, o phoda era a coceira depois….hauahuahuahau
    Amore, que delicia ter um pai assim hein…seus filhotes são previlegiados…Eu tinha uma tio assim, pau pra toda obra….ah que saudades…
    Outra coisa…diz pra sua filha que sentir saudades é bom…e tem mais…namorar por cartas é uma delicia…mandar carta perfuma em papel fofinho…hummmm
    esperar o carteiro trazendo notícias….ah….meu senti uma idosa agora…( sisqueci que hoje temos email, msn,skype)….nada como o glamour de antigamente….
    Por falar em carta….ontem fuçando na minha caixa de lembranças achei sua cartinha…hummmm que delicia…
    Sou do Time Ivan Social Clube!!!!
    Love.

    1. Aehhh sangue bom!!!! Numa rampa daquela nós dois e Charlie Brown Jr. ia só de manobras radicais tipo um Flip Grinds, um  Board Slide, um Ollie-Flip, um Fakie Hardflip, um 360º Kick Flip, um FrontSide Ollie 180º, um Tail Drop, um 50/50Axle Drop, um Smith Grind, um NoseGrind, , um Street Style, um Half Pipe ou um Vertical Downhill slide. 

      Nóis é foda! Manooo!!!!

      A Nega tá bem.. começou um blog. Ja ja dezembro chega e ela vai pra Irlanda. E nós ficamos aqui nessa terra da porra! hahaha

      Cara, carta é tudo de bom e tudo de certo… velho é twitter. Eu preciso voltar a escrever mais… vou te escrever umas, belê?

      Love.

      Ivan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s