Contos que nos contaram pela metade ou até mais.

“O anel que tu me destes,

era vidro e se quebrou

O amor que tu me tinhas,

era pouco e se acabou.”

O anel que o menino dera, era de vidro, porque era tudo o que o dinheiro dele permitia comprar. Ele juntou tudo o que possuía em suas mãos, chegou numa grande joalheria e pediu o melhor anel que as suas economias poderiam obter.

O joalheiro lhe disse que o dinheiro daria para comprar apenas um anel de vidro, mas que ele nunca havia conhecido um comprador com tanto amor nos olhos como aquele, e que esse amor que a moça receberia, mesmo quando caísse no chão jamais iria quebrar.

O menino disse com os olhos cheios de lágrimas ao joalheiro que ele a amava tanto, mas tanto, que nem o muito e o tudo juntos eram tanto assim. O joalheiro pôs se a dizer ao menino para que ele sempre acreditasse e nunca duvidasse da força do seu amor, e que mesmo que o anel de vidro um dia se quebrasse ao cair no chão, ele poderia comprar outro igual ou melhor, mas que se todos os anéis do mundo fossem fabricados, nem assim encontrar-se-ia um que medisse o amor que ele a tinha.

Mas, eu queria amar mais. Eu queria enxugar as lágrimas do meu amor quando ela chora, eu queria trazer paz a seu coração atribulado, e se eu precisar morrer para que ela viva, eu me disponho, disse ao joalheiro o menino.

Por que se põe a morrer, meu pequeno amigo? Por que tirar-se de quem lhe ama, por que lhe sonegar o amor? Olhe para o seu pequeno anel. Assim como seu aro não possui início ou fim, da mesma forma esse amor jamais acabará. Esse amor é. E sendo, é por si só muito, porque é amor.

“O anel que tu me destes,

era vidro e se quebrou

Mas, o amor que tu me tinhas

era muito e perdurou.”

6 comentários sobre “Contos que nos contaram pela metade ou até mais.

  1. “a amava tanto, mas tanto, que nem o muito e o tudo juntos eram tanto assim” Lindo! Adoro seus textos. Bjssss.

  2. Ai Ivan, me fez suspirar com este texto. Coisa que aliás não faço há tempos.

    Pois bem que ando eu precisando de alguém que queira enxugar minhas lágrimas, trazer paz a este meu coração atribulad. Mas que não queira morrer por mim, mas viver comigo epra mim. É querer demais? 😉

    Texto Lindo!

    Boa Semana pra ti e que nada se quebre, mesmo se cair.
    Bjos

    1. Oi minha flor!

      O seu querer não é demais. É justo, é bom, e de boa fé, é honrado, e o que todos devem esperar, e também disporem-se a dar.

      Ficou tudo inteiro, meu bem.

      Boa semana pra ti também.

      Beijinhos.

      Ivan.

  3. Ivan, Ivan…

    Que lindinho esse texto. 😀

    Como você sabe, sou uma romântica apaixonada incorrigível! Quando não estou amando ALGUÉM, amo tudo que existe à volta desse “alguém” que ainda não está: Amo a Vida que é o tudo de TUDO pra me abastar!
    Então, enquanto não aparece meu Príncipe Amado, vou beijando e apreciando “sapos”, que não são o perfeito que busco ou a metade (a mais) que se acrescenta à minha completude, porém, na busca incessante da felicidade, ou pelo menos de momentos muitos, há neles – os sapos – e em sua estranheza, também um pouco de carinho e um muito de sua beleza.
    E assim, a gente ama o tanto que se pode com o que se tem, para quem sabe, a qualquer momento, quando menos se espera, acontecer o amor que não se quebra com o tempo.

    Acredito no Universo que conspira… na Magia!

    Mil Beijos!

    P.S.: Também “estão” me cuidando… Ha!
    (E tá sendo bom!)

  4. Ivan,
    que texto lindo,me emocionou! Eu daria qualquer coisa pra encontrar um “menino” como este.Mas, depois de tantas coisas, talvez só exista nas palavras de textos bonitos como este.
    Um pouco descrente eu né? É que em todas as vezes “eu” sempre fui como o menino do texto, e o “anel de vidro” nunca foi o suficiente para ele.
    Quem sabe um dia né mesmo…

    Gosto muito do blog!
    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s