Até Gandhi perderia a paciência

Um dia desses eu precisei ligar para a minha operadora de celular. Não vou dizer qual ela é porque acho anti-ético expor uma pessoa, e até mesmo uma instituição.Vou apenas dar uma dica, mas não mais do que uma, okay?O nome da operadora tem 3 letras, começa com T, termina com M e rima com gin, sim, fim, plin, rim. Eu sei que não ajudei muito, mas não insista! Como eu disse, sou super ético.

Bem, o propósito da minha ligação? Conversar com um ser humano. O alvo da operadora? Fazer todo o possível para que isso não acontecesse. Assim sendo, fui direcionado ao menu prompt. Não sabe qual é? É assim ó.

Para sua conta, pressione 1

Se você se arrepende da infância que teve, pressione 2

Se você estiver começando a ficar azul como os blue men, pressione 3

Bem, você sabe do que eu estou falando, né?

MEU DEUS DO CÉU!!

Sem exceção, TODA VEZ que eu tenho que fazer isso, eu inevitavelmente acabo sendo reduzido a um maníaco, um lunático que deixou de tomar sua medicação e acabou tendo um ataque de nervos não parando mais de berrar.

Eu sei que sou um idiota ao esperar, às vezes, mais de 30 minutos para conseguir conversar com um ser humano.  Todavia, eu ainda acredito que se é possível derrubar o muro de Berlim, colocar um homem na lua, meu pai estacionar o carro numa vaga paralela, então, cacete, eu vou continuar acreditando que é possível conseguir um ser humano do outro lado da linha. Depois de ter passado por esse ciclo da morte por um tempo que pareceu uma eternidade, eu finalmente fui atendido por uma pessoa, que, tenho plena convicção, é a única atendente da T*M [não adianta, eu não vou revelar. Sou ético.] em todo o UNIVERSO. Eu fiquei tão feliz, que eu não conseguia parar de falar. Mas, eu não tenho dúvidas de que minha reação não foi diferente daquela que toda vítima de trauma tem.

Atendente: Meu nome é Milena. Obrigado por ter ligado para a *I*, como posso ajudar?

Eu: Oiiii, Milena, noossa… eu estou tão feliz por ouvir sua voz!

Atendente: Como posso ajudá-lo?

Eu: Uau, meu Deus! Um ser humano!

Atendente: (claramente não compreendendo o milagre que havia ocorrido) Sim, senhor, eu sou humano, como posso ajudar?

Eu: Eu amo ser humanos!

A esse ponto, Milena se calou. Eu não posso culpá-la, uma vez que ela já confirmara que era um ser humano, o que mais ela poderia dizer?

Enfim, com a ajuda da Milena, eu acabei conseguindo resolver o meu problema. Mas, bem que eu gostaria que algum dia essa operadora me ligasse, só para eu ter o sabor da vingança:

T*M: É o senhor Ivan que está falando?

Eu: Pressione 1, se você alguma vez já ouviu alguém desligando em sua cara.

Pressione 2, se essa é a nona vez que você tenta falar e gostaria de tentar uma décima.

Pressione 3, para me devolver as horas da minha vida que eu gastei tentando conseguir que um empregado de vocês falasse comigo.

. . . . . . . . .

9 comentários sobre “Até Gandhi perderia a paciência

  1. Reclama, isso mesmo, reclama, fala mal de nosotros…
    Mas não larga de jeito nenhum, né? A tarifa é baratinha, horas e horas falando, falando, falando com os seres humanos que vc ama e a conta nem se dá conta… rs

    =P

    Eu tenho que defender, por mais que eu saiba (e eu sei) a M que é o atendimento na maior parte do tempo…

    Beijo beijo

    1. hahahahaha,

      Cara, você não trabalha naquela que rima com ‘adesivo’? ou é naquela que rima com ‘foi’? Ou na outra que rima com ‘caro’? Ha!

      Maíra, acho que não escapa uma, não é mesmo? rsss

      De fato, reconheço, a T*M (entendeu qual?) no momento é a que me oferece os maiores ganhos. Economizo bastante com ela… rssss

      Beijinhos.

      Ivan.

  2. Oi Ivan,

    Nossa admirável ética. kkkkk
    Mas merecido texto.

    Poxa você é bem paciente mesmo, Agora confirmei a tua superioridade-eu não consigo ligar, nem tento mais.
    Ela me faz parecer um ser terrível!!!!

    Bom resto de semana para você.
    Bjus da Ori.

    1. Eu, paciente? Você não quer estar perto qdo. eu perco a linha com esse pessoal… eu devo fazer a alegria do pessoal de Call Center… hahaha

      Beijos. querida. Boa semana pra todos nós!

      Ivan.

  3. Chuchu…
    Imagina que euzinha resolvo o problema de 10 celulares…de todas as operadoras possíveis e imagináveis….
    Imagina o quanto eu sofro???
    rsrs
    Póh, também uso a *I*, manda seu number, assim podemos bater um papo….
    Bjoka nessa bochecha gostosa!

  4. Olá Ivan
    O teu Blog AMOR DE PAPELÃO é para sua amada ou é um espaço lúdico????
    Parabéns…é muito legal!
    Beijo

    1. Oi Teresa,

      O amor de papelão não foi criado por razão de uma pessoa, mas, é bom escrever com alguém na mente, e no coração… 😉

      Obrigado pelas palavras boas!

      Beijinhos.

      Ivan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s