BEM, AGORA ESTOU ME SENTINDO MELHOR….

CENA: Interior de uma Sala de Cinema lotada em Curitiba, PR

Homem com cerca de 20 anos de idade com sua NAMORADA/VACA (já deu pra você perceber o rumo dessa prosa, né?) sentados lado a lado.

A um metro e meio de distância senta Ivan Santos.

Ivan olha para a GAROTA/VACA conversando com o namorado (sujeito sem futuro, porque eu estou dizendo e porque fica melhor nessa história). Ivan não tem a mínima ideia do que ela está dizendo, embora presuma que seja algo completamente idiota.

Depois de um minuto Ivan vira em direção à GAROTA/VACA.

IVAN: Shhhhhhhh

GAROTA/VACA continua falando por mais um minuto e finalmente decide fechar a matraca.

CORTA PARA:

Fim do filme. Pessoas estão saindo. GAROTA/VACA/LIXO HUMANO se aproxima de Ivan:

GAROTA/VACA/LIXO HUMANO: Humm, você sabia que é falta de educação fazer shhhhhhh pra alguém?O senhor poderia ao menos ter pedido para que eu parasse de conversar.

Ivan fica estático, boquiaberto, de tal forma que o queixo quase bate no umbigo, não acreditando no que está acontecendo, e tentando concentrar no fato de que essa pessoa que estava CONVERSANDO durante um filme, acha que IVAN é “mal educado” por não ter pedido educadamente para que ela fechasse a porra da boca enquanto um FILME estava sendo exibido publicamente!

GAROTA/VACA/LIXO HUMANO sai.

CORTA PARA Interior do carro de Ivan

Ivan pensa por alguns instantes nas 50 coisas que deveria ter dito, mas que agora não pode e jamais poderá fazê-lo…jamais.

CORTA PARA Interior da casa de Ivan

Ivan digita no laptop os acontecimentos daquela noite, imprime numa folha de papel, lê pra seu filho Diego que assiste TV na sala. Diego diz a Ivan para não postar a história no blog porque ela não é  engraçada.

Ivan volta para sua escrivaninha e clica no ícone Publicar.

14 comentários sobre “BEM, AGORA ESTOU ME SENTINDO MELHOR….

  1. Nessa hora, novamente, você virava para a VACA e fazia:

    SHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHIIIIU!

    Eu hein, gente folgada u.ú
    Sorte de que não foi comigo!

    beijo

    1. Narita,

      Eu tenho tanta raiva quando as coisas que eu gostaria de ter dito numa determinada situação só me vêm a mente quando elas nao servem mais pra nada! rsss Eu poderia ter dito o clássico: vai tomar no olho do seu cu sua arrombada… mas, aí seria muito sem graça… hahaha

      Quando eu crescer eu quero ser como você. EU deveria mesmo ter soltado um outro shhhhhhhhhhhh… hahaha

      Beijocas!

      Ivan.

  2. é muita falta de noção, valhamedeus… mas se te serve de consolo, ela não ia entender… euzinha apoio-te a 100%. só faltou um SUA VACA, no fim 😀
    Bjos

    1. Hahaha

      Isa, cinema é um dos lugares que eu curto demais! E confesso que adoro uma pipoquinha salgada [ah, com umas duas pás de pipoca doce no fundo do pacote..rssss], embora aquele barulhinho do saco de pipoca às vezes me dê nos nervos! rsss

      Eu tento não ser um chato, aliás, sou bem fanfarrão, mas falar no meio do filme no cinema, é um abuso! rss… Por outro lado, eu não aconselho ninguém a assistir filme comigo em casa, porque falo o tempo todo! hahahaha

      Beijos, querida!

      Ivan.

  3. Ah, outra coisa, eu acho que o que te chateou não foi a falta de noção da vaca, foi a vaca chamar-te de senhor, falaí 😀
    Bjo, querido.

    1. Ó só, Isa!!!

      .
      .
      .
      .
      ….
      ..
      .
      é.. às vezes eu fico meio puto com isso… eu não me vejo um senhor ainda… mas, parece que me vêem sim! hahahaha

      Fazer o que, né? rss

    1. Oi, minha lindinha!!!

      O carnaval tá bem legal! Acredita que caí na folia lá em Tibagi??? Foi bem legal!! hahahaha

      Beijos pra ti!

      Ivan.

  4. VACA é o senhor que nunca mais deu as caras nos meus blogs. Por acaso eu escrevi alguma coisa que ofendeu Vossa Senhoria? Mas eu perdôo sua antipatia, e depois de ter falado mal de você no blog do Don Mills (mentira, porra), voltei aqui pra me divertir um pouco mais.
    Espero que você entre em coma alcoólico nesse Carnaval. 😛

    Um abraço amigo (acredite),
    Cecilia

    1. Hahahahahahahahahaha!!!! Deus existe!!!!!

      Fia, que surpresa maravilhosa! Você não sabia que eu fiquei esse tempo todo distante de seus blogs apenas esperando o dia em que você fosse emputecer e dar as caras por aqui só pra me esculachar???? Hahahaha

      Flor de my life, grumpiest of all [you are above and beyond Don Mills.. hahaha], sorry!

      Veja bem, o carinho é recíproco e eu nem vou tentar me desculpar.. tá foda mesmo.. você não é a única a ter esse direito de meter bronca. Mas, vindo da senhorita, eu morro de medo! Pega leve, vou tentar me redimir e ler suas rabugices que também me fazem um bem danado. Você é minha maluca beleza!

      Vou te dar uma informação que talvez lhe deixe putésima: tenho ido com certa regularidade ao Rio. Há uma possibilidade muito grande de eu iniciar business in town! Da próxima vez vou tentar contato, e se você aceitar, a gente se encontra pra falar merda! 😛

      Abraço verdadeiramente amigo!

      Ivan.

      PS: Don Mills me escreveu e-mail pessoal [com seu nome verdadeiro.. hahahaha] querendo saber de mim. Diga se ele não é um velhinho bacana, embora não seja velhinho! rsss Ele é um cara muito legal, e eu não presto. Eu vou me redimir. I will!

  5. Realmente fiquei puta agora… não só me desprezou como veio à cidade Fedorenta e nem mandou um hello. Ok. Não, não perdôo, espero que um trio elétrico te atropele. Quanta viadagem, fez doce só pra eu vir aqui falar isso? Olha, depois deste último ano, sou grumpier than before, grumpiest among the grumpiest. Sério. 🙂
    Eu briguei com Don por causa de uma postagem em que ele dizia que sentia saudades dos animais nos circos, e ele teve a gigantesca delicadeza de escrever se desculpando, se disse arrependido pelo post porque várias pessoas acharam que ele pegou pesado, disse que o filho dele de 12 anos (aí confirmei que ele não pode ser tão velho, com um filho de 12 anos, nem Viagra faz milagre) era vegetariano e membro da Peta e achei o cara o máximo. Taí uma das pessoas que queria conhecer pessoalmente.
    Vê se aparece, ô… nem vou terminar o xingamento. 😀

    Beijão,
    C.

    1. Ficou? Ói minha cara de satisfação! :0

      E não adianta rogar praga pra euzinho! Se um trio elétrico vier ao meu alcance eu vou atrás dele, principalmente se tiver tocando aquele novo hit: “eu não, posso não, quero não, minha mulé não deixa não!!” hahahaha

      Ok, tô brincando! rss

      Então, prometo que quando eu for ao Rio da proxima vez, eu te aviso. Fique atenta lá no teu blog que eu aviso. Não vai demorar muito!!! A gente pode comer algo veggie lá no centrão! Eu ainda como carne, mas [em parte graças a você], eu diminuí muito o consumo de carne!

      Cara, Don Mills é um first class citizen. Ótimo escritor, grande comediante. E um cara humilde. Concordo com você, sujeito que eu faria questão de conhecer! De verdade! Vou convidá-lo pra vir ao Brasil! Vai que ele topa, né?

      Beijão, minha querida amiga!

      Ivan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s