Priceless

Isso aconteceu comigo quando morei alguns anos em Dallas, Texas.

Eu recebi uma multa por avançar  um sinal vermelho. A multa me custou US$ 439, ou, como eu preferi enxergar, o equivalente a:

1. Uma viagem de ida e volta de Dallas a Nova Iorque em pleno NATAL!;

2. A prestação de um carro que eu não tinha, porque eu não podia pagar uma prestação de carro nesse valor.

3. Um pouco menos de 467 bolas de sorvete Baskin Robbins;

4. Quatro sessões de terapia para curar o ódio por receber uma multa tão cara;

5. O suficiente para comprar roupa para um ano inteiro numa liquidação da Gap ou da Banana Republic;

6. Mais do que eu tinha na minha caderneta de poupança.

Eu poderia ter deixado isso pra lá como fez o Jair Rodrigues, ou o Lulu Santos, se você preferir, mas eu sou duro na queda e decidi que eu não iria cair sem uma boa luta antes. O que me leva a:

A LUTA

15:45: Cheguei ao tribunal que cuida de infrações de trânsito

15:45 e 10 segundos: Pego a primeira pessoa que vejo e conto a ela meu plano de ação

15:46: Me afasto da primeira pessoa que eu vejo porque ela não é uma boa ouvinte, ou simplesmente me achou um louco

15:47: Me dirijo a uma outra pessoa. Percebo que ela mal consegue manter seus olhos abertos, penso até que ela possa estar bêbada, mas, mesmo assim conto o meu plano de ação a ela.

16:00: Sou levado à sala de audiência juntamente com outras 32 pessoas que estavam aguardando.

16:03: Começo a ficar nervoso achando que o meu plano de ação com aquele papo de “Meritíssimo, eu sou brasileiro, tenho 4 filhos, não tenho dinheiro para pagar” provavelmente não vai funcionar muito bem, uma vez que ninguém naquele tribunal parecia ter um puto de um dinheiro também.

16:04: Falo para uma mulher sentada ao meu lado que eu espero que o juiz diminua o valor da minha multa pela metade.

16:05: A mesma mulher olha pra mim e começa a bater em meu braço dizendo que eu deveria ser comediante, porque eu sou muito engraçado.

16:07: O oficial de justiça entra na sala e pergunta se alguém tem perguntas.

16:07 e 1 segundo: Eu pergunto ao oficial de justiça se alguém já conseguiu diminuir o valor de sua multa.

16:07 e 7 segundos: O oficial de justiça responde [rolando os olhos] e diz que todas as multas são imediatamente reduzidas.

16:07 e 13 segundos: Dou parabéns a mim mesmo. Missão completa.

16:08: O oficial de justiça nos informa que não devemos dizer uma palavra enquanto o juiz estiver na sala.

16:08 e 2 segundos:  Começo a entrar em pânico porque toda vez que alguém diz que eu não posso dizer nada, tudo o que eu tenho vontade de fazer é dizer alguma coisa.

16:10: Me acalmo, digo a mim mesmo que sou um homem maduro, crescido, um pai e que consigo ficar calado o tanto que eu quiser.

16:15: Me alinho em frente ao juiz juntamente com outras 12 pessoas. O juiz entra na sala quando eu começo a falar com um cara em pé do meu lado.

16:15 e 4 segundos: O oficial de justiça grita pra mim: “SEM CONVERSA DURANTE A SESSÃO!!!”

16:15 e 6 segundos:  Congelo, fecho os olhos e aguardo o oficial de justiça me algemar e me levar para a Penitenciária Estadual construída para idiotas com quase 40 anos [eu era mais novo] incapazes de ficar com a porra da boca fechada.

16:20: O juiz me pergunta qual a minha declaração.

16:20 e 2 segundos: “Sem contestação”, eu digo.

16:20 e 5 segundos:  Me pergunto porque é que eu não disse “culpado”, já que eu vivia assombrado 24 horas por dia com o sentimento de culpa.

16:20 e 15 segundos:  Escuto o juiz reduzir a minha multa em DEZ DÓLARES.

16:21: Digo ao juiz que ele só reduziu a multa em dez dólares. Olho para o oficial de justiça e com meus olhos grito pra ele: “Você disse que ele iria reduzir a multa!”

16:22: Oficial de justiça se recusa a olhar pra mim, então eu o encaro e uso meus olhos para “gritar” ainda mais alto com ele.

16:24: O juiz me dá três meses extras para eu pagar a multa e acrescenta 30 dólares de taxa de “apreciação” pelo “privilégio”.

16:25: Saio do tribunal me sentindo um homem pobre, enganado e magoado.

O PREJUÍZO FINAL:

Multa: US$ 439,00

Desconto: US$ 10,00

Estacionamento no Tribunal: US$ 4,00

Taxa de Apreciação: US$ 30,00

Custo por minuto pelo meu tempo perdido: Não tem preço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s