Inglória Mente

Eu sempre fico curioso, um pouco desconfortável, um tanto lastimado toda vez que penso no povo alemão e todo esse estigma que eles têm que carregar por conta do nazismo e o histórico que o acompanha. Hoje mesmo eu estava no cinema quando passou um trailer retratando mais um desses intermináveis filmes que mostram a guerra, quando duas mulheres alemãs sentadas ao meu lado ficaram visivelmente agoniadas e…

– Como é que você sabe que elas eram alemãs?

– Ah, porque elas falavam alemão, oras!

Continuando… confesso que sinto um pouco de dó deles…

– Você fala outro idioma?

– Falo.

– Qual?

– Inglês.

– E alemão, você fala?

– Não.

– Se você não fala alemão, como é que você sabe que elas estavam falando alemão?

– Porque eu tenho ouvido muito bom, e sei que era alemão.

Eu não gostaria de estar na pele dos alemães… não conheço nenhum outro povo que…

– Seu ouvido saberia discernir um turco falando turco?

– Não.

– E um finlandês falando finlandês? Um tcheco falando tcheco?

– Não e não.

– Então não sei como é que você sabia que as mulheres eram alemães…

Bem, deve ser difícil toda vez que um alemão vai ao cinema e vê um filme sobre a guerra. Todo ano tem um! Que castigo, que…

– Se ao menos você tivesse pedido a uma delas que lhe mostrasse o passaporte, ou uma carteira de identidade alemã…

– Ei, qual é o seu problema? Não está vendo que estou tentando escrever um texto, desenvolver um pensamento?

– Pois é, mas um texto que começa com uma premissa um tanto questionável.

– Qual? O estigma do povo alemão?

– Não. Você dizer que havia duas mulheres falando alemão ao seu lado quando você não entende um nein em alemão… e ainda vir dizer que é porque tem ouvido bom… sendo que é bom, mas não o suficiente para entender um turco, um tcheco…

Na hora me deu vontade de segurar a mão da alemã sentada ao meu lado e dizer que ela não tem culpa e…

– É… você ia precisar do Tradutor Google pra explicar o motivo de estar segurando a mão dela…

– Olha, por que é que você não vai pra puta que o pariu?? Não vou escrever mais nada!!!

Eu realmente gostaria de escrever o que achei daquela situação no cinema, mas aí minha mente esquizofrênica não se decide se escreve sobre o assunto ou se me interroga sem parar me deixando em dúvida se aquelas mulheres eram alemãs ou não. Como cansa pensar para escrever.

3 comentários sobre “Inglória Mente

  1. Ivan, adorei, sei bem como é ter uma mente tagarela que fica dando palpite em tudo que se escreve. Pior é quando a mente começa a escrever no nosso lugar. Já passei por isso e devo confessar que não sei quem deve assinar esse comentário. Eu ou ela?? (risos!)

  2. Ô saudade de ti!

    Confia em você. ERA ALEMÃ SIM, ora pois. u.u
    Eu sempre faço assim com minha amiga invisível que insiste em dizer que eu estou sempre errada!

    Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s